Arte, Cultura & Design

Anualmente marcando o fim do verão no Brasil é impossível não falar de Carnaval. A festa, que mais tem temperos brasileiros, por sua empolgação, sua animação e sua diversidade, que neste ano ocorre nos últimos dias de fevereiro. Dos 25 a 28, o brasileiro irá se soltar e curtir a que é conhecida como a festa mais democrática do país.                        

Pensando nisso, e naqueles despreparados de última hora, nós fizemos um guia rápida para você se situar no carnaval de São Paulo. É importante notar o foco em São Paulo justamente pelo caráter diverso da festa, cada cantinho do país tem sua forma de comemorar a data.

Sem dúvida a popularidade dos blocos carnavalescos de rua tem crescido muito nos últimos anos, e as cidades cada vez mais se vêem ocupadas por foliões. Em São Paulo,  por exemplo, já aconteceram muitos dos chamados blocos de pré carnaval e ainda haverão muitos no pós folia, a cidade soma mais de 400 blocos de rua. Desta forma, a festa só se encerra no começo de março.

6 BLOCOS PARA SE JOGAR NO CARNAVAL

É uma boa dica pesquisar os mais variados eventos no Facebook e aplicativos como o “Carnaval de Rua de sp” ajudam muito na hora de se organizar para pular Carnaval na rua, eles contam como uma extensa lista de todos os blocos.

Damos destaque para alguns que mais chamaram nossa atenção, como o “Tô de bowieque surgiu por uma homenagem ao cantor inglês David Bowie falecido há alguns anos, além das marchinhas, muitos clássicos do cantor embalam a galera, o bloco desfila nesta terça feira (28).

Ainda outros como o bloco “Domingo ela não vaique trouxe muito Axé para o carnaval de São Paulo, o “bloco dos surdos e mudospromovendo a inclusão e tantos outros.

Bloco Ritaleena” homenageia Rita Lee,  cantora brasileira responsável por rocks da pesada e que marcou uma geração. O bloco sai na vila mariana um dos mais tradicionais bairros paulistanos .

O mirante 9 de julho já oferece aos turistas e aos paulistanos uma visão belíssima da cidade, e fica logo ali na Paulista, juntando isso com a música latina do bloco “Carnaval Latino no Mirante“, que promete embalar a segunda feira, é uma ótima alternativa para fugir das marchinhas de carnaval apreciando a bela vista da cidade.

Música eletrônica não é conhecida por ser associada ao carnaval, porém o bloco “SP Beats” foi criado justamente para mudar isso. Contando com uma lista de djs no bloco, é uma ótima opção para os que não gostam de marchinhas ou samba. O bloco passa pela região da República na terça feira.

Por serem abertos a todos, é sempre bom tomar algumas precauções por segurança quando for curtir os bloquinhos: tomar cuidado (ou evitar levar celulares), dinheiro, não aceitar bebidas de estranhos, entre outras coisas que se são dicas velhas continuam muito importantes de serem relembradas. Confira mais informações e a lista de atrações nos links de cada evento.

Abraços! E bom Carnaval.

Aproveitando que hoje a maior cidade do Brasil está completando seus 463 anos, resolvemos criar uma lista dividida em 4 categorias, uma espécie de manual de integração.

São Paulo é uma cidade rica em diversidade cultural, econômica e urbana. Com seus grandes museus e a bela mistura arquitetônica de seus prédios, a cidade também costuma ser considerada um abrigo. Um lugar de braços abertos para quem quer buscar mudar de vida, crescer, se descobrir ou ganhar voz.

A terra da garoa também é responsável por abrigar muitos dos maiores acervos  históricos do país, por expor grandes peças teatrais e obras artísticas.

Seus roteiros turísticos são intermináveis, seus eventos tão pouco tiram descanso. São Paulo é a cidade que nunca dorme.

Mas ainda assim, no meio de tanta correria, em meio a tanta gente, entre a pressa e o tempo acelerado, a cidade encontra seu descanso. Seja em um parque no situado no meio da selva de pedra, ou em uma grande avenida libertada dos carros aos domingos, esta cidade sabe o momento exato de parar e observar sua própria beleza.

 3 LUGARES PARA VISITAR EM SP

Av. Paulista


Foto: Av. Paulista – Blog Visite São Paulo

A icônica avenida paulista é responsável por unir grande parte do coração da cidade. É nela que estão situadas muitos dos maiores prédios de São Paulo, além de centros comerciais e culturais, como o MASP (Museu de Arte), Casa das Rosas ( ligado a literatura),  Livraria Cultura – Conjunto Nacional, Teatro Gazeta, Cinema Caixa Belas Artes, entre outros..

Liberdade


Foto: Bairro Liberdade – Alma Paulista

Liberdade é um bairro que se encontra na região da Sé, e é principalmente conhecida por abrigar a maior colônia de descendentes (imigrantes) japoneses na América latina. Por consequência muitos costumam ter a sensação de teletransporte ao adentrar a região que reproduz toda a cultura Asiática – Arquitetura, Comércios, Festividades e Idioma.

Aquário de São Paulo


Foto: Aquário de São Paulo –  José Cordeiro/ SPTuris

o Aquário de São Paulo (maior aquário da América Latina e único aquário temático do Brasil) foi inaugurado oficialmente em 2006. Com aproximadamente 9 mil m², o aquário reúne cerca de  300 espécies de animais.

O Local é dividido por setores que recriam os habitats naturais de cada espécie. E tempos atrás atraiu muitos visitantes, com a chegada de Ursos Polares.

Atualmente custasse R$ 50,00 o ingresso infantil, R$ 80,00 o adulto e R$ 40,00 para melhor idade. As segundas, tanto adultos como crianças pagam R$ 50,00.

 3 PARQUES PARA VISITAR EM SP

Parque Villa lobos


Foto: Parque Villa Lobos – Arkiz

Ao lado do Parque do Ibirapuera, o Villa (como foi carinhosamente apelidado) é uma das maiores áreas verdes da cidade de São Paulo, e um dos grandes incentivos aos esportes, especialmente frequentado por skatistas, corredores, ciclistas e outros amantes do esporte urbano.

O villa é passeio obrigatório para turistas por contar com a linda praça do pôr do sol, além das quadras poliesportivas e dos grandes gramados para relaxar. A biblioteca do parque é um passeio a parte, é belíssima do ponto de vista arquitetônico. Para chegar, aconselhamos a estação Villa Lobos – Jaguaré, da linha Rosa do metrô, uma vez que o parque tem entrada direta saindo da estação.

Parque da Independência


Foto: Parque da Independência – prefeitura.sp.gov.br

O parque da Independência, ou parque do Ipiranga popularmente conhecido, faz parte do patrimônio histórico cultural brasileiro. Por ser justamente o lugar pisado por D. Pedro I séculos atrás em seu grito de independência.

O  parque abriga o  Museu do Ipiranga (ou Museu Paulista da Universidade de São Paulo) infelizmente, fechado para restauração. Mas ainda é possível desfrutar do clima de paz predominante no parque, com grandes jardins e fontes. E parar para observar Monumento à Independência do Brasil.

Parque do Ibirapuera


Foto: Parque do Ibirapuera – Upper Tour Sp

O Parque Ibirapuera é um dos mais importantes parques urbanos da cidade de São Paulo. Ele é o grande centro de encontro da juventude paulistana. No ibira tem espaço para todo mundo e todo mundo deve conhecer o parque ao menos uma vez. Além do amplo espaço verde e das áreas de ocupação, o parque ainda tem um observatório astronômico, a OCA, um espaço para mostra de artes e outras exposições conceituadas e em anexo está o MAC – Museu de Arte Contemporânea da USP, ou seja, não faltam opções de lazer e cultura.

3 MUSEUS PARA VISITAR EM SP

Mis


Foto: MIS SP – Guia da semana de São Paulo

O Museu da Imagem e do Som fica localizado no Jardim Europa – um dos bairros nobres da cidade. Ele oferece uma perspectiva nova de Museu, por um lado se dedicando a mostras que são verdadeiras superproduções, como foram aquelas dedicadas ao Castelo Rá Tim Bum (2015) e ao diretor Tim Burton (2016), e atualmente abriga a mostra dedicada a vida e obra de Silvio Santos. Por outro lado, o Museu se dedicada à história do audiovisual e a construção de um acervo sobre Cinema, Televisão e Música. Para os amantes da sétima arte, o museu constantemente oferece mostras e oportunidades para novos talentos, assim como para os fotógrafos, entre outros.

Pinacoteca


Foto: Pinacoteca de São Paulo – Guia da semana de São Paulo

A Pina – para os íntimos – é a maior coleção de Arte do Brasil, contando com três espaços dedicados a arte brasileira, e um a arte contemporânea. O acervo fica juntinho a estação e ao Parque da Luz, bem no coração e centro histórico de SP. A pina respira arte, mas mais importante traz ao seu visitante uma atmosfera convidativa para conhecer ele também os significados da arte brasileira, como sugere sua nova campanha digital . O setor educativo do Museu é muito importante e muito eficaz no seus serviços e com certeza ficarão felizes de ajudar o visitante, seja ele experiente ou de primeira viagem.

Museu do futebol


Foto: Museu do Futebol – museudofutebol

Localizado nas intermediações do estádio Pacaembu, o museu do futebol tem o incrível poder de atiçar a curiosidade até mesmo daqueles que não são tão fãs do esporte. Além da própria relação com a história do futebol brasileiro o  museu também destaca a influência do esporte sobre as comunidades mundiais. E ainda conta com uma área interativa.

3 FILMES QUE SE PASSAM EM SP

São Paulo também já serviu como cenário para muitos filmes, destaquei 3 no qual a cidade não só acolhe a história, como também se certa forma acaba fazendo parte dela através da rotina e do cotidiano.

De Onde Eu Te Vejo

Ana Lúcia (Denise Fraga) e Fábio (Domingos Montagner) decidem se separar depois de 20 anos casados.Eles passam por uma crise após a mudança da filha para outra cidade. Apesar de separados, o vínculo entre os dois não é rompido por completo, com esbarros frequentes e a visão que um passa a ter do outro pela janela do apartamento. Cria-se assim um novo sentido para o amor e o desfruto da vida.

As melhores coisas do Mundo

No filme acompanhamos Mano (Francisco Miguez),  um adolescente paulistano de 15 anos que precisa lidar junto com seu irmão  Pedro (Fiuk) a separação de seus pais –  Camila (Denise Fraga) e Horácio (Zé Carlos Machado). Mano decide aprender a tocar  guitarra com Marcelo (Paulo Vilhena), na esperança de impressionar uma garota. Em meio aos desafios impostos pela vida, Mano buscará valorizar o lado bom das coisas em meio a sua juventude.

“Cidade Cinza” O Filme

Um documentário que se encaixa perfeitamente na situação atual vivida por artistas urbanos (grafiteiros) na cidade de São Paulo.

O filme irá acompanhar a trajetória de grandes artistas como os Gêmeos, em sua luta por reconhecimento da arte pelo cenário dessa grande metrópoles após a decisão do governo paulista em cobrir os muros coloridos com tinta cinza. O documentário lançado em 2013 buscou ouvir os dois lados da história, dando reconhecimento que a cidade precisa de uma valorização visual de alguma forma.

Mas e você? Tem alguma sugestão de lugares legais para serem visitados em Sp? Ou conhece alguma referencia legal por aí? Conte pra gente pelos comentários!

Post escrito em conjunto com Gustavo Sivi.
Abraços, e até mais!

O Instagram é uma plataforma que está sempre atualizando e crescendo e nela podemos encontrar vários artistas expondo seus trabalhos. Em uma das minhas procuras por arte em crânios encontrei um artista de campinas que faz um trabalho excepcional que logo de cara me fez ficar admirado.

O @cafeskull monta e pinta caveiras de gesso e moveis rústicos de madeira de demolição. O trabalho de arte é excepcional e único com referências que vão de super-heróis, estilo old school, pinturas indianas, o grande Salvador Dali entre muitas outras.

Conversei com o Daniel ( o fundador) e ele me disse que começaram o trabalho aproximadamente a 10 meses (em março/2016), e que a ideia surgiu da necessidade de um artefato 100% artesanal com a cara de cada um do grupo.

O diferencial do CafeSkull esta na simplicidade das peças, ao mesmo tempo que contrasta com as cores chamativas e os traços muito bem elaborados.

Eles ainda não têm uma loja fixa, mas participam de eventos de Food Truck, feiras alternativas, shows de rock e picos onde tem uma galera que gosta de aprecia arte com carinho e respeito.  Além de fazerem trabalhos sob encomenda.

Foto: Da direita para a esquerda. Rodrigo (irmão), Daniel (fundador), André (primo)

Se gostou do trabalho deles siga-os no instagram e curta a pagina no facebook.

Butcher Billy é um ilustrador brasileiro – curitibano – que ganhou reconhecimento mundial dias atrás por seus trabalhos que retratam características marcantes dos episódios de Black Mirror, uma série da Netflix que vem mexendo com a cabeça de muita gente.

Ele criou suas ilustrações baseadas na série tendo como inspiração as revistas em quadrinhos dos anos 80, adicionando uma pitada de pop-art e dramatismo. Cada detalha faz a diferença, por isso suas imagens também ganham um aspecto de papel envelhecido.

Logo seus trabalhos chamaram a atenção de muitos internautas como também dos produtores da Netflix. Billy foi convidado pelo próprio roteirista Charlie Brooker, para produzir versões impressas de suas artes, além disso, suas novas ilustrações devem ganhar destaque na próxima temporada da série.

VEJA ALGUNS DOS SEUS TRABALHOS









(Todas imagens desta postagem pertencem à Butcher Billy.)

O ilustrador também já criou outras imagens inspiradas em cultura geek, filmes e séries. Você pode conferir tudo isso em seu perfil no Behance.

Se você ainda não sabe do que se trata Black Mirror: É uma série distópica com episódios independentes – ou seja não há uma sequência de fatos – por isso cada um apresenta uma história diferente com personagens diferentes a cada temporada ou Ep.

Porém todas possuem algo em comum, o objetivo de mostrar como uma sociedade pode acabar se tornando refém da tecnologia, ou até mesmo como a tecnologia é capaz de moldar aspectos da personalidade, comportamento e caráter das pessoas. O próprio nome da série é uma referencia aos visores de celulares, telas de computadores e tv.

A medida que você assiste aos episódios percebe que essa ligação não está tão longe assim da nossa realidade. E por fim sempre consegue captar alguma critica ou alerta para se pensar.

Antes de se tornar uma produção original da Netflix, o seriado era exibido na Tv. Hoje se encontra na sua 3ª Temporada, são poucos episódios, mas variam de 1 hora ou 2.

Abraços!

Ontem a Pantone – que é a empresa que possui a maior influencia sob as cores usadas na indústria gráfica, tal como publicidade, design, moda e decoração –  divulgou sua aposta de cor  para o ano de 2017.

Segundo a Pantone o verde Greenery (PANTONE 15-0343) irá simbolizar um recomeço e a importância de uma reaproximação dos seres humanos com a natureza. “Revive, restaura, renova”.

Veja o vídeo de Divulgação lançado no Instagram.

Sem duvida foi a escolha certa, ao ponto que a cor mostrar-se mais presente sua mensagem certamente a acompanhará. Vivemos em um período em que a conscientização sobre a preservação do meio ambiente tem se tornado uma necessidade. E a valorização do verde já é um bom caminho.

Acompanhe nosso Blog para saber mais sobre #Greenery ao longo da semana!

Abraços! E Até mais!