Música

2016 foi um ano de reinvenção para o cenário da musica, mundialmente falando. Isso porque nos deparamos com centenas de artista buscando criar novos conteúdos – ousados, fora do habitual, mesclados, e expressivos.

Isso também acabou nos rendendo grandes produções audiovisuais, recordistas em visualizações e admiradas como empolgantes obras de arte.

Me juntei com a equipe do blog para tentarmos chegar a um consenso sobre os melhores clipes deste ano. Obviamente a tarefa não foi nada fácil, sendo que precisei criar categorias para a coisa toda ficasse mais abrangente.

Nosso critério de seleção para grande parte das categorias não foram as letras ou ritmos em si, mas sim o trabalho de filmagem desenvolvido sobre elas. Por isso reforço em dizer que é uma lista sobre os clipes que mais curtimos, e não necessariamente sobre as melhores musicas.

A seleção também incluía clipes de janeiro até o esta semana de dezembro.

Confira os nossos vencedores!

Memoráveis

Não poderíamos selar a sessão de memoráveis se fazer alguma menção a “Lemonade”. O álbum visual de Beyoncé inspirado em uma história de traição marcou o cenário musical deste ano. Junto com “Work“, fruto do álbum Anti da cantora Rihanna, e “Work from Home” do grupo Fifth Harmony – o clipe mais assistido deste ano.

1 . Hold up – Beyoncé

2. Work – Rihanna

3. Fifth Harmony – Work from Home ft. Ty Dolla $ign

Clipes com melhores efeitos visuais

1. Calvin Harris – My Way

2. Major Lazer – Light it Up (feat. Nyla & Fuse ODG)

[Music Video Remix] by Method Studios

3. Nick Jonas – Voodoo

Melhores do Alternativo (Indie, Folk e Rock)

Coldplay é uma banda que vem se reinventando com o tempo, todos nós paramos para dar atenção ao clipe de “Up & Up”. Assim como a banda Grouplove e sua sensibilidade em retratar o mundo em “Welcome to your Life”. Em terceiro ficamos com Bastille e os acontecimentos nas diferentes dimensões em “Good Grief”.

1. Coldplay – Up&Up

2. Grouplove – Welcome To Your Life

3. Bastille – Good Grief

Melhores do Hip Hop

E pela segunda vez em nossa lista Beyoncé aprece com seu apelo contra o assassinato de pessoas negras nos Estados Unidos pelas mãos de policiais em “Formation”. Kanye West deu muito o que falar este ano, mas quase ninguém discorda que ele acertou muito com o clipe de “Fade”. Macklemore também ganhou um espaço em nossa lista, a primeira vista “Drug Dealer” pode parecer um clipe simples, porém carrega uma mensagem sobre reabilitação.

1. Beyoncé – Formation

2. Kanye West – Fade

Macklemore – Drug Dealer (Feat. Ariana Deboo)

Se você quer relembrar ou conhecer um pouco mais sobre o que rolou na industria da musica este ano, não deixe de conferir nossa playlist no youtube. Lá você encontrá uma grande variedade em estilos, além de outros clipes pelos quais nos apaixonamos mas não apareceram aqui.

Em breve trarei a segunda parte de nossa lista de premiados.

Abraços! E até mais.

Eu preciso confessar que sou o tipo de pessoa que guarda com certos cuidados novas descobertas. Chega a ser um certo medo de deixar que algo passe de uma ligação pessoal para algum tipo de moda.

Porém certas musicas ficam bem mais gostosas de se ouvir na companhia de alguém, e outras não demoram muito para se tornarem “queridas” por uma multidão.

E é exatamente o caso das duas indicações de hoje, que já não são tão novidades assim para muita gente.

Play

Ana Caetano de 21 anos, e Vitória Falcão de 20 trazem consigo a marca dessa nova geração tão conectada. Já que foram descobertas através da internet, onde compartilhavam suas vozes em meio a covers e trabalhos autorais de forma singela. E foi através de uma dessas versões elas conseguiram a atenção do cantor Tiago Iorc, que não mediu esforços para ajudar a dupla a produzir seu primeiro Álbum.

Anavitória é um duo fantástico e apaixonante, com musicas leves e letras que traduzem todos os sentimentos de alguém que já amou ou vivência uma historia. Tudo isso em um estilo composto por várias influencias, chamado de “pop rural”.

Escolher algumas faixas para destacar é bem difícil, mas certamente Tua, Cor de Marte, Singular,  Tu (participação Tiago Iorc) e Nos; São as que eu mais ouço.

Aurora Aksnes, ou apenas Aurora como é chamada, surgiu na tela do meu computador no começo do ano enquanto eu pesquisava novos artistas, e bastou uma música e um clipe para que eu ficasse totalmente encantado. Minha admiração por ela vai de sua delicada aparência, até sua voz potente e letras tão marcantes.

Aurora é norueguesa, e apesar de ter começado a receber uma boa atenção mundial aos 19 anos, sua carreira já se construía desde muito cedo. Aos 10 anos ela já fazia composições musicais, e seus pais sempre a motivaram a explorar o seu lado artístico.

Seu estilo destaque-se um pouco pela inovação, mas se mantém entre o pop indie e o electro-pop. Seu disco mais recente “All my demons greeting me as a Friend” conta com algumas faixas de álbuns anteriores juntas com novos trabalho.

Dou destaques para WarriorRunning with the Wolves, Conqueror, Runaway, Half the World Away.

Se você tiver algum álbum, grupo ou música para compartilhar comigo pode mandar! Estou sempre afim de conhecer coisas novas.

Abraços!

Alguns meses atrás eu compartilhei com vocês alguns Álbuns  que simplesmente conseguiam prender minha atenção do começo ao fim, e caso você queira dar uma olhada nesta lista basta clicar aqui 🙂

Já algum tempo eu estava de olho em outros álbuns e artistas para um sendo post, mas decidi não esperar tanto, pois alguns álbuns dos quais eu escolhi já estão saindo da categoria novidade.

Pois bem, aqui está um pouco do que eu andei ouvindo nos últimos meses.

Eu nunca tinha parado para de fato ouvir o trabalho de Meghan Trainor, tudo o que eu conhecia dela eram as musicas que mais tocavam por aí. Quando descobri NO e Me Too resolvi ouvir seu álbum completo, e para minha surpresa eu curti bastante.

Na minha opinião Thank pode ser considerado o disco da autoestima e da autoconfiança, além de dançante na maior parte do tempo. O álbum também conta com uma parceria muito carismática entre Meghan e LunchMoney Lewis.

Mind of Mine foi o tão aguardado resultado do trabalho de Zyan Malik fora da One Direction. Antes de ter de fato lançado o disco, o cantor já havia divulgado alguns trabalhos solos, mas o que realmente marcou sua chegada foi o single Pillowtalk.

O álbum recebeu influencias R&B e de aspectos da cultura Hip Hop, e possuem uma pegada mais calma. Que na minha opinião consegue mesclar um clima mais moderno com algo dos anos 90, o que acaba sendo bem interessante. Além disso o disco contém uma faixa curta com Zayn honrando suas origens e cantando em Árabe.

Muitos consideram Dangerous Woman como o álbum de transição da Ariana Grande, e isso faz muito sentido. Eu acabei deixando a Ariana um pouco de lado a partir do segundo disco dela, sendo que eu havia curtido muito ( e ainda curto) Yours Truly que foi seu tão esperado álbum de estreia.

Além da sua voz potente, Ariana mostra que também entende como controlar climas. O disco em si é bem variado, conduzindo quem ouve por estados tranquilos e agitados. E conta também com as ótimas parcerias de Nicki Minaj, Lil Wayne, Macy Gray e Future.

Meu vicio particular fica por conta de Touch It.

Continua…

Agora cabe a você a missão de escolher um Artista e aumentar o som!

Abraços!

Playlist: Lovers vs Singles

O Dia dos Namorados é só amanhã, mas durante essa semana criei uma playlist temática que já está disponível para você curtir. Nosso intuito é trazer cada semana um tema diferente, revezando os criadores. Caso queira conferir as musicas da semana passada clique aqui.

O tema Lovers vs Singles (Amantes vs Solteiros) celebra o quanto é bom estar apaixonado e poder contar com alguém, ao mesmo tempo que nos lembra que estar solteiro não é fim do mundo.

A playlist conta com 42 musicas: 21 musicas em estilos alternados, perfeitas para se declarar, passar um tempo a dois, ou então dançar com a(o) Crush. A outra metade da lista traz um clima de pegação, independência, festas e término.

A transição parte da musica Into You da cantora Ariana Grande, para Team da rapper Iggy Azalea. Tentei mesclar o ritmo de forma que não se concentrasse em ser lento e nem tanto agitado. Mas lembrando que você também pode curtir em modo Aleatório.

Solte o Play

Lembrando que há uma grande possibilidade de mais musicas serem adicionadas no futuro aos dois lados da lista, mantendo-a equilibrada.

A relação do Blog com a musica é extremamente intima, acredito que não exista uma pessoa que consiga viver sem ouvir qualquer tipo de som sem bater o pé no ritmo ou então cantarolar, mesmo sendo aquela musica irritante. E para nos ajudar a escutar as nossas batidas preferidas sem ter que baixar ilegalmente existe o Spotify.

O spotify é um aplicativo de musica em streaming que pode ser usado tanto no celular quanto no computador ou tablet, com uma plataforma simples e bem estruturada você encontra uma grande variedade de musicas que vão combinar com o seu gosto pois o app te indica bandas com base nas musicas que você ouve.

Um app tão maravilhoso assim não pode ser de graça não é ? Só que sim, ele é de graça, porem você não pode selecionar uma musica em particular, tem algumas propagandas entre uma musica e outra, e não pode voltar pra musica anterior. Nada que não se resolva com a compra de um pacote premium, que te da a liberdade de ir e voltar na sua playlist sem propagandas e ainda poder baixar a musica que você quiser para ouvir offline.

Enfim, o app é demais. Uma das funcionalidades dele é poder criar playlists com as musica que você mais curte, muito útil pra quando você está com aquela preguiça de procurar as musicas certas pra cada momento. Não sei vocês, mas eu costumo ter trilha sonora pra cada coisa que vou fazer, acordar, comer, tomar banho, etc… Para tudo mesmo. E um dos melhores momentos pra combinar musicas é na hora da leitura, com a musica certa a leitura fica muito mais intensa e divertida.

Pensando nisso montei uma playlist bem bacana para ler HQs, ela vai ficar aqui abaixo pra vocês darem uma olhada/ouvir. A playlist é bem variada e por enquanto tem 24 musicas, mas com o tempo vou adicionando umas e tirando outras, vai depender do que estou lendo (haha). E com o tempo mais playlists virão para combinar com vários momentos do dia.

Espero que vocês gostem.