Variedades

Ninguém nunca desejou tanto que uma pagina carregasse rápido a meia noite como você ~ Fala sério, não faça isso comigo!

via GIPHY

E você não irá se perdoar tão fácil se perder esta compra.

via GIPHY

Talvez comprar em uma loja física seja a melhor solução. Mas você pode acabar esbarrando em pessoas que levam tudo isso muito a sério.

via GIPHY

Ou então pode acabar não encontrando nenhuma grande promoção ~ Gente, é sério, onde estão os descontos?

via GIPHY

O importante é que você sabe exatamente o que quer.
E possui todo o controle da situação. ~Né?

via GIPHY

Afinal o país está em crise e não da para sair gastando com… ~Eita!

via GIPHY

Mas é serio… Cadê as promoções?

via GIPHY

Talvez seja melhor esperar até janeiro…

via GIPHY

No fim, tudo o que você quer é aproveitar as oportunidades. ~ Afinal toda conquista é uma vitória, toda compra é uma compra.

via GIPHY

E poder dizer:

Meta de vida concluída. ~Sua compra foi efetivada com sucesso.

via GIPHY

A sexta-feira mais aguardada de novembro está chegando – a Black Friday. Que como muitos já sabem é uma ótima oportunidade para comprar aqueles produtos tão aguardados em uma boa promoção. Porém é preciso saber onde e quando investir seu dinheiro, para que você consiga aproveitar tudo da melhor forma possível.

Algumas lojas iniciam suas promoções logo no começo do mês, enquanto outras usam a última semana ou fim de semana para isso. Mas ainda assim os produtos vendidos ao fim do evento costumam ser os mais baratos, pois é quando ocorrem as famosas queimas de estoques.

O único problema de esperar a proximidade do fim para fazer compras é que os melhores produtos provavelmente já estarão esgotados. E isso é ainda mais comum em lojas virtuais que iniciam suas promoções a meia noite.

Então como encontrar o que você procura pelo menor preço possível e a tempo?

Uma das minhas estratégias para lojas virtuais é deixar tudo aquilo que me interessa salvo no carrinho de compras, e verificar se os preços baixaram ou se os produtos ainda estão em estoque ao longo da promoção. Costumo fazer isso em lojas que eu já sei que podem atingir um preço bem baixo, mas também gosto de consultar outras simultaneamente.

Existem sites que te auxiliam na comparação de preços, além de apontar promoções relâmpagos de certos produtos. É o caso do Buscapé e do Zoom – que também compara a qualidade dos produtos. Até a própria Submarino possui este serviço, apontando diferentes ofertas de um mesmo produto por meio de diferentes fornecedores.

Definir um limite à gastar é tão importante quanto a própria pesquisa. Não só para um controle de orçamento, mas igualmente como um estimulo na busca pelos melhores preços e qualidade, já que você passará a valorizar ainda mais seu dinheiro.

O site blackfridaylegal2016.com.br também pode ser de grande ajuda para os consumidores interessados na Back friday. Nele é possível se informar sobre os direitos do consumidor e consultar a lista de lojas participantes do evento.

Durante essa semana iremos falar um pouco mais sobre esse assunto, então fiquem ligados para mais dicas de compra.

Abraços. E até mais!

Hey! Tudo bem com você?

Espero que sim 🙂

Serei direto, – Estou escrevendo este post mais como um desabafo e atualização de alguns fatos – Eu quero mesmo conversar.

Eu acabei diminuindo bastante a frequência de posts aqui no blog, ao ponto de Setembro e Outubro ficaram basicamente em brancos por aqui. E tudo isso foi gerado a partir de um descontentamento pessoal que se estendeu para muitas outras coisas.

Já faz um bom tempo que eu venho me programando para desenvolver um conteúdo que de fato me deixasse satisfeito, não que o que eu tenha feito até então não tenha me deixado, mas eu sinto falta de pôr mais a “mão na massa”.

Mas infelizmente tudo o que eu tenho rabiscado em meu caderno de ideias de certa forma exige dinheiro – EVENTOS, DIY, PEQUENAS REFORMAS E AFINS.

E isso acabou chegando a um ponto em que não deveria.

Um dos principais motivos pelo qual me apaixonei pelo mundo dos blogs anos atrás era a interação e a liberdade que eles permitiam as pessoas. Era um espaço incrível para expor ideias, compartilhar gostos, e se sentir menos sozinho – E acredito que para muitas pessoas ainda seja.

Mas nos últimos anos, tudo isso acabou se “comercializando demais”. – Sei que corro um risco imenso de ser mal interpretado, mas vamos lá.

Creio que qualquer pessoa se empolga muito em poder ganhar dinheiro com aquilo que gosta, e comigo não foi diferente. Foi exatamente empolgante saber que eu poderia fazer de uma paixão, um belo trabalho. É ótimo pensar que há pessoas e empresas interessadas em reconhecer  através de lucros todo o seu tempo e empenho depositado em algo do qual você se identifica.

Mas o que eu encontrei na verdade foi um cenário ríspido.

Existe muita gente disposta e te julgar e criar textos imensos sobre como você é pequeno e de como nunca chegará onde outros chegaram, ao invés de simplesmente ignorar o tipo de conteúdo que não os atrai.

Existem pessoas dispostas a se promoverem a todo o custo, apagando a possibilidade de encontrar conexões sinceras em um local que antes era justamente reconhecido pelo oposto.

Tudo é View, tudo é like.

E não, eu não acho que ganhar dinheiro pelo conteúdo que você lança na internet seja um problema. Mas manter isso como o foco principal pode ser um tanto desastroso.

Hoje sinto muita falta dessa união entre blogs, que eu sei que ainda existe e que muitos não abrem mão, mas custa a ser encontrada, até mesmo dentro dos grupos de interação.

Sem perceber eu passei a me preocupar com as visualizações, e a repensar em toda estrutura do blog.

Mas também me lembrava de como eu me sentia satisfeito com os posts simples no começo, e como era divertido chegar da escola anos atrás e escrever sobre músicas e séries.

Eu não me pressionava, nem mesmo me cobrava uma posição. Era divertido apenas.
Durante Setembro/Outubro eu pensei: Eu prefiro passar um tempo sem escrever até reencontrar o que me faz bem, do que gerar algo forçado, por obrigação.

Eu me desliguei por um bom tempo, mas nunca desconectei. O caderno de rabiscos continua aqui, agora, com ainda mais ideias.

Porém, me escondi tanto que até esqueci de pagar algumas contas, o que fez com que o site ficasse alguns dias inacessível.

Talvez esse seja apenas um jeito dramático de dizer que sumi, mas estou de volta, e que não vou parar.
Assim como antes, irei escrever sobre coisas que me rodeiam de alguma forma, tentando manter uma frequência. O dinheiro? Se vier será bem-vindo – sem dúvidas – mas a motivação não será essa. E espero de vocês leitores e blogueiros, que possamos criar conversas e nos unir por coisas boas.

Abraços, e até mais.

Antes de qualquer coisa, saiba que você importa, e que sua vida importa. Saiba que mesmo que tudo a sua volta pareça escuro e denso, existe algo capaz de iluminar tudo isso, e está bem aí, dentro de você. Por favor não se cobre tanto nem se desespere. O mundo não se resume ao medo, tristeza e sofrimento, existe espaço para coisas incríveis, segurança e paz – E o mesmo pode ser dito sobre você.

Abra espaço na sua vida para as grandes coisas, as mais leves e claras. Se machucar não é a saída. Não se engane, tudo o que é instantâneo é amargo, falso e frio.

Não existe vitória sem luta, assim como não há luta sem um guerreiro. E eu sei que vale apena lutar para mudar a sua história – Sua vida importa.

Você não está só, não é diferente nem mesmo invisível. Se eu não acreditasse nisso você não estaria lendo isso agora.

Eu sei o quanto a dor dentro do seu peito demonstra ser interminável, e o quanto o peso em suas costas parecem se somar a cada dia, sei que as vozes na sua cabeça simplesmente não se calam, eu entendo.

Porém, por mais clichê que possa parecer dizer, um dia você encontra conforto e viver passa ter mais sentido.

Não tenha medo de pedir ajuda, não se envergonhe por chorar, sentir, pois isso não é sinal de fraqueza. Apenas não permita que seus problemas lhe sufoquem.

Ponha em palavras tudo o que te aflige, isso lhe ajudará a fazer dessa estrada um lugar melhor, e assim, encontrará um abraço amigo, e o apoio do qual precisa.

Você não está só.

Com Carinho, E.Mateus.

Não espere pelas segundas-feiras para iniciar algo grande!

Alias…Ânimo! Ainda é Quarta-feira!

via GIPHY

Eu sei que as vezes tudo o que precisamos é de um apoio, ou um incentivo.

Afinal a vida fica mais leve quando compartilhada com alguém.

via GIPHY

Mas não faça com que esse sentimento te torne muito dependente dos outros.

As pessoas nem sempre irão suprir suas expectativas.

via GIPHY

Então faça isso você mesmo!

Não fique parado esperando pela atitude dos outros para poder ir atrás do que você deseja.

via GIPHY

Acredite, existem coisas que você só será capaz de realizar sozinho.

E de certa forma isso faz parte daquilo que chamamos de “Amadurecer”.

via GIPHY

Não se desespere caso as coisas não saiam como o planejado.

Sacode a poeira e dá a volta por cima! Faça o seu melhor e irá saber que ao menos tentou e não se entregou tão fácil.

via GIPHY

 Qual foi a ultima vez que você se surpreendeu?

A vida ira se encarregar de fazer com que você tenha preocupações com coisas sérias – O tempo todo. Isso pode acabar te deixando insensível para algumas coisas. Então permita-se explorar o melhor lado das situações, dando valor a cada detalhe.

via GIPHY

 Trabalhe sua alto estima!

Uma amiga costumava me dizer que quando estamos bem com nós mesmo, o mundo todo também parece estar. – Ela estava certa.

via GIPHY

Faça com que seus dias sejam significativos.

 E faça posts com gifs. – Porque sim.

Até mais!