Inspirado pelo recém anúncio feito sobre a cor de 2017, resolvi criar esse post explorando um assunto que para muitas pessoas – até mesmo um pouco para mim – ainda é encarado com certo receio na decoração: O uso do verde dentro de casa.

E quando digo isso não estou me referindo às plantas – até porque amo encher a casa com elas -, mas sim o verde presente nas paredes, moveis e objetos de decoração.

 

Influência da cor

Você provavelmente já ouvir dizer que as cores exercem uma influência no humor ou comportamento das pessoas.

O verde está sempre ligado ao bem-estar e a energia, e também pode ser associado com pureza, equilíbrio e liberdade. Além de estar no grupo das cores que geram calma.

Porém, assim como tudo, deve ser evitado em excessos, já que certas variações de tom podem induzir a sensação enjoo ou o sentimento de opressão.

Como combinar?

É uma cor que se harmoniza muito bem com diversos tons de madeira – talvez até mesmo pela associação com a natureza – e outras cores claras como branco e bege. Mas que também pode funcionar bem com outras cores caso você saiba equilibrar.

Hoje em dia o mercado de tintas possuí uma vasta paleta de cores partindo do verde. Basta pesquisar um pouco e certamente encontrará um tom que irá lhe chamar a atenção.

Foto: Algumas cores disponíveis pela Coral.

Mas caso você esteja querendo trazer um pouco de vida para um ambiente porém considera pintar uma parede inteira algo arriscado, pode experimentar introduzir as cores aos poucos – por meio de moveis ou outros objetos – dessa forma irá criar pontos de destaques, que já serão o suficiente para mudar o clima do cômodo.

Eu ainda me sinto mais confortável com o verde escuro, mas algo me diz que um tom mais claro irá começar a surgir um pouco mais por aí. E você usa/ou já pensou em usar está cor na sua decoração? Me conte que eu vou amar saber.

Abraços, e até mais.

COMENTÁRIOS

Não existem comentários

Os comentários estão fechados.