Filmes: Dia do Cinema Brasileiro

No dia 19 de julho o calendário brasileiro reservou um espaço para contemplar o cinema nacional. E por conta disso não poderíamos deixar essa data passar em branco.

Tempos atrás me deparei com uma chuva de comentários negativos sobre um filme que ainda estava para estreitar, e que sinceramente demonstrava ter um enorme potencial. Basicamente grande parte das pessoas diziam não ter interesse em assistir pois os filmes brasileiros se mostravam sempre iguais.

E foi pensando em mostrar a diversidade do cinema brasileiro que montei a lista de filmes para o domingo de hoje.

Indicações para o Dia

Trash – A esperança vem do lixo

Raphael e Gardo são garotos que vasculham todos os dias um Lixão no Rio de Janeiro, em busca de algo de valor. Um dia um dos garotos encontra uma carteira que guarda uma boa quantia de dinheiro, e decide partilhar com seu amigo.

Não demora muito para que alguém apareça atrás do objeto. O policial Frederico a pedido do candidato a prefeito, Santos, os interroga sobre o paradeiro do objeto. Após negarem qualquer tipo de envolvimentos os dois procuram por Rato, um também morador do lixão que os ajuda a descobrir porque a carteira é tão importante. E é então que notam que por meio de uma chave eles irão se deparar com uma verdadeira caça ao tesouro.

O Escaravelho do Diabo

Um mistério se instala na pequena cidade de Vale das Flores, quando um jovem é encontrado morto dentro de seu quarto com uma espada cravada em seu peito. Não muito depois do acontecimento outra vítima é encontrada morta. O que há de semelhante nos dois casos? Os dois receberam uma estranha caixa com um escaravelho dentro antes de suas mortes. E ambos eram ruivos.

Os acontecimentos levam Hugo, um garoto de 13 anos, atrás de solucionar a estranha morte de seu irmão, junto com o delegado Pimentel.

Dois Coelhos 2012

Edgar é indiciado após se envolver em um acidente, no qual resultou na morte de sua mulher e seu filho. Ele consegue escapar da prisão com a ajuda de um deputado estadual influente. Logo após o acontecimento ele parte para Miami, de onde volta tempo depois com um plano que irá derrubar o deputado que lhe ajudou, símbolo da corrupção política, junto com Maicon, um criminoso que sempre escapa da justiça através de subornos políticos.

Hoje eu quero Voltar Sozinho

Leonardo é um adolescente que busca alcançar os seus sonhos e sua independência. Porém o fato de não poder enxergar faz com que seus pais se tornem super protetores, e com que alguns alunos de sua escola se aproveitem disso.

A chegada do misterioso Gabriel a sua classe, e sua aproximação, despertam em Léo os sentimentos do primeiro amor. Junto com o ciúme de sua melhor amiga Giovana, que esconde o que sente por ele.

A Busca

Theo e Branca são um casal de médicos que buscam conciliar a criação de seu filho Pedro com o estilo de vida que levam. Quando está próximo de completar 15 anos Pedro desaparece, levando seus pais em uma busca incessante. No mesmo estante Theo descobre que seu mentor esta preste a morrer, e sua esposa deseja se divorcia. A procura por seu filho acaba por se tornar também uma busca de auto-conhecimento.

Vai que dá certo

Cinco amigos que acreditam ter fracassado na vida decidem se unir para aplicar um golpe que poderá mudar suas vidas. O plano é elaborado por Danilo que trabalha em uma transportadora de valores, da qual eles visam como alvo. Porém contar com a ajuda de Rodrigo, Vaguinho, Amaral e Tonico não será nada fácil. A situação fica ainda mais embolada quando eles decidem recorrer ao político Paulo, um amigo de infância. Esse plano tinha tudo para dar errado.

Filmes premiados

As produções nacionais também já marcaram presença em premiações e festivais estrangeiros. Filmes como “Que horas ela volta?” dirigido pela  diretora Anna Muylaert, fizeram um grande sucesso com o público. Garantindo o Prêmio da Confederação de Cinemas de Arte e um espaço na seção Panorama do Festival de Berlin em 2015. Além de consagrar Regina Casé e Camila Mardila com o prêmio de melhor atuação.

O filme Tropa de Elite, do diretor José Padilha, também marcou presença em 2008, levando o Urso de Ouro, o prêmio de maior importância. E também foi aplaudido em diversos outros festivais.

Sem dúvida essa lista é bem extensa, provando também não ser nenhuma novidade. Como o filme Central do Brasil, de 1998, dirigido por Walter Salles, que chegou a ser indicado à dois Oscar – Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Atriz- Mas infelizmente não ganhou.

Podemos e devemos acreditar no potencial dos filmes brasileiros.
Até mais 😉

COMENTÁRIOS

Não existem comentários

Os comentários estão fechados.