Hey!

Essa já é a ultima semana de Novembro, isso significa que estamos em reta final para o desafio cinematográfico de 2017.

Essa é a hora em que você precisará intensificar suas pesquisas, dependendo dos filmes que ainda não assistiu. Mas calma, que para ajudar, decidimos fazer nessas ultimas semanas do ano mais alguns guias. Com os temas que acreditamos dar um pouco mais de trabalho para serem encontrados.

Como você já deve ter visto no titulo do post, vamos indicar 5 filmes que se passam em épocas diferentes. Esse item na verdade não era um dos mais difíceis, mas está aqui por conta do grande leque de variedades.

Filmes sobre viagens no tempo, com saltos curtos ou longos. Filmes que se dividem em duas narrativas. Ou simplesmente filmes que acompanham uma trajetória durante anos.

E foi pensando nessa variedade que formei essa lista:

Confira:

 

Cloud Atlas: A viagem (Tom Tykwer, Lilly Wachowski e Lana Wachowski – 2012)

O longa baseado na obra de David Mitchell, Atlas de nuvens, foi a minha escolha para o desafio. O filme conta com quase três horas de duração, e por muitas vezes pode soar um tanto quanto confuso. No entanto a caracterização das personagens e o entrelaçar das histórias faz do filme uma boa produção.

O filme lhe carregará entre 8 histórias em ambientadas em diferentes épocas, de séculos passados até aqueles dos quais a luz nem sequer começa a aparecer. Você pode saber um pouco mais por aqui.

 

The Age of Adaline: A Incrível História de Adaline (Lee Toland Krieger, 2015)

O drama romântico que ganha uma pitada de ficção cientifica, quase de fantasia, pode ser uma ótima escolha para você, que assim como eu, é atraído por histórias de amor.

Adaline Bowman (Blake Lively) constrói sua vida e sua família encantada pelo matrimonio. Mas as coisas mudam após sofrer uma perda e em seguida passar por um acidente que muda sua vida. O corpo de Adaline passa por um estado de conservação, de forma que pala passa a ter a aparência de 29 anos por décadas e décadas.

Com tantos anos de vida, observando a virada do século, acumulando vasto conhecimento em sua mente, e observando os outros a sua volta envelhecendo, Adaline passa a se esconder a exposição que poderia levar sua vida a ruína, e dos relacionamentos lhe parecem não ter futuro.

 

Uma longa jornada (George Tillman, Jr. 2015)

Mais um romance para lista (eu sei).

O filme adaptado do livro de mesmo nome, escrito por Nicholas Sparks, faz uma analise sobre como as formulas para que um relacionamento dê certo, não mudam tanto, independente da época.

Aqui conhecemos Sophia (Britt Robertson), uma universitária empenhada em crescer no ramo das artes visuais, e Luke (Scott Eastwood) um cowboy que segue os passos do pai e batalha para se destacar nos rodeios e manter a fazenda da família. Em certo momento, seus caminhos se cruzam com o de Ira Levinson (Alan Alda), um senhor de 91 anos que luta pela vida.

Sophia torna-se próxima a Ira, que por sua vez vira seu confidente e compartilha com ela sua história de vida, e os dias difíceis ao lado de sua amada Ruth (Oona Chaplin) — onde a narrativa se divide —, que acabam levando a jovem a repensar seu relacionamento com  Luke, em conflito de interesses.

 

Linha do tempo (Richard Donner, 2003)

Um grupo de alunos trabalha sob a supervisão do Professor Johnston (Billy Connolly) em um em um sítio arqueológico na França. A exploração e o interesse desconhecido, leva o professor até os responsáveis, a International Techonology Corporation, para obter informação. Os alunos prosseguem com os trabalhos até que se deparam com uma tumba de mais de 600 anos.

A surpresa ocorre quando em seu interior é descoberta uma lente bifocal, junto a uma carta escrita pelo próprio Johnson pedindo ajuda. Assim seu filho e outros alunos empanham-se em voltar para os tempos feudais e trazê-lo de volta do século XIV.

 

De volta para o Futuro (Robert Zemeckis, 1985)

Um dos muitos clássicos dos anos 80 e influente na cultura pop, o filme de volta para o futuro acabou fazendo tanto sucesso que rendeu mais 2 filmes na época, e como novidade, ano que vem (2018) a franquia voltará paras as telas com o 4º filme.

Nessa produção Marty McFly (Michael J. Fox) aciona uma máquina do tempo construída pelo cientista Doc Brown (Christopher Lloyd), que o transporta até a década de 50. Entre os muitos desafios enfrentados por McFly nessa viagem, estão a difícil tarefa de voltar para a casa, e a missão de fazer com que seus pais não deixem de ficar juntos, caso contrário ele deixará de existir.


Essas foram as indicação para hoje. Mas se você ainda não se interessou por nenhum dos filmes, não esquenta, afinal agora você já tem uma ideia sobre que tipo de temas pode procurar.

Nos vemos em breve! Abraços.

COMENTÁRIOS

Não existem comentários

DEIXE SEU COMENTÁRIO