A intrínseca é uma das editora que guardam um lugar muito especial em nossos corações. Ela surgiu em 2007 e depois de um tempo se destacou, ao trazer ao Brasil muitos dos Best-Sellers internacionais de grande repercussão.

Em seu catálogo você encontra títulos como “A culpa é das Estrelas“, “A Saga Crepúsculo“, “A menina que roubava livros“, “Como eu era antes de você“, “Garota exemplar” entre muitos outros títulos que ficaram populares nos últimos anos.

Seu time de autores também é bem forte, contando com John Green, Gillian Flynn, Jojo Moyes – os quais citei entre os mais populares -, Matthew Quick, Rick Riordan e Neil Gaiman.

A intrínseca é uma editora sem selos – e essa particularidade já foi explicada em um momento via snapchat – que acredita que o leitor não precisa se limitar a uma única experiência literária, sendo assim alguém que se fascina por thrillers também poderia gostar de um Y.As contemporâneos e vice-versa, sem buscar distinção de estilos e sim história que lhe chamem a atenção.

Assim como muitas editoras atualmente, essa vem trabalhando muito e ganhando espaço nas redes sociais – facebook, twitter, youtube, instagram, etc -. Investiu bastante em conteúdo diferenciado no snapchat, e recentemente no insta stories, com programações que exaltam a intenção com o leitor, criando uma aproximação entre comerciante e consumidor. ( Aliás, a equipe deles é um amor)

No quesito estética a intrínseca também costuma ser muito caprichosa, os livros são sempre muito bem finalizados e com ótimos acabamentos. Agora eles passaram a investir mais em obras de capa dura, seguindo o modelo de algumas editoras internacionais.

NOSSAS RECOMENDAÇÕES: DESEJADOS E AMADOS

Devido a grande variedade presente no catálogo da editora, alguns gêneros literários acabaram ficando de fora das nossas indicações. Além disso buscamos dar destaque a alguns títulos dos quais não falamos por aqui, mas vocês irão encontrar algumas capas conhecidas.

Confira o que separamos para vocês:

PAX, Sara Pennypacker, 288 páginas: O livro narra a forte relação de um garotinho, Peter, e sua raposa, Pax, que são separados quando o pai do menino é convocado para a guerra e por algum motivo decide devolver a raposa a natureza. A história se divide em duas perspectivas, a raposa descobrindo o mundo selvagem a sua volta, enquanto Peter torna-se determinado a recupera-la. (Saiba mais)

EXTRAORDINÁRIO, R.J Palacio, 320 páginas: Auggie nasceu com uma deformidade facial causada por uma doença. Seus pais o educaram em casa, até o momento em que decidiram o matricular em uma escola de verdade. Extraordinário aborda diversos assuntos relacionados a família, amigos e o olhar que depositamos sobre o próximo, de uma maneira leve e com mensagens positivas. (Saiba mais)

 

O DIA DA MORTE DE DENTON LITTLE, Lance Rubin, 336 páginas: Em uma sociedade onde o dia da sua morte é tão certeira quanto a data de seu nascimento, Denton Little precisa lidar três fatos: 1. Ele terá uma morte prematura, aos 17 anos. 2. Ele não faz ideia da forma como vai morrer. 3. Isto acontecerá “amanhã”. (Saiba mais)

SIMON VS. A AGENDA HOMO SAPIENS, Becky Albertalli, 272 páginas: Simon é um jovem de 16 anos que troca e-mails de forma anonima com um garoto de sua escola, e apesar da segurança com sua sexualidade, Simon não vê grandes motivos para falar sobre isso com alguém. Até que Martin, tem acesso a uma de suas mensagens e passa a chantagear o protagonista. (Saiba mais)

ANTES QUE EU VÁ, Lauren Oliver, 384 páginas: Samantha Kingston é uma jovem popular e privilegiada no colégio, porém tudo isso esta preste a acabar. Em um dia aparentemente comum, sua vida chega ao fim, porém ao abrir os olhos ela volta a reviver este dia fatídico, o que se repete por 7 vezes. Em meio a esse loop ela passa a olhar para a própria vida de outra forma, descobrindo o valor de tudo que esta preste a perder. (Saiba mais)

MOSQUITOLÂNDIA, David Arnold, 352 páginas: Após o divórcio dos pais, Mim Malone é obrigada a se mudar para o Mississippi, longe de sua mãe, onde passa a morar com o pai e a madrasta, e é medicada contra a própria vontade. Quando descobre que sua mãe está doente, Mim decide sair de casa para ir ao seu encontro. O que acaba por ser tornar também uma viagem de autoconhecimento. (Saiba mais)

CLAROS SINAIS DE LOUCURA, Karen Harrington, 256 páginas:  Sarah Nelson tem uma personalidade peculiar. Ela escreve cartas para Atticus Finch, advogado de O sol é para todos. gosta de colecionar palavras-problema em um diário, sua melhor amiga é uma planta e passa seus dias tentando achar sinais de que está ficando louca. Talvez porquê sua mãe a mãe tentou afogá-la quando criança e seu pai seja alcoólatra. (Saiba mais)

TODA LUZ QUE NÃO PODEMOS VER, Anthony Doerr, 528 páginas: O estouro da segunda guerra mundial foi sem duvida um triste fato histórico que atingiu incontáveis vidas. Neste romance premiado de Anthony Doerr algumas perspectivas nos são apresentadas, como a vida do jovem Werner obrigado a lutar ao lados dos alemães, reavaliando constantemente as atitudes tomadas, e Marie-Laurie uma garota cega e parisiense vivendo uma constante fuga, ao mesmo tempo que busca sentir o mundo em sua volta. Inclusive este fantástico livro já foi resenhado aqui no Blog.   (Saiba mais)

S., J.J. Abrams e Doug Dorst, 472 páginas: A  própria editora definiu S. como um livro-jogo. Ao redor da história e do autor do mistério “O navio de Teseu” quatro histórias paralelas se desenvolvem, pelas bordas, por papeis esquecidos no miolo do livros somos apresentados a Eric e Jennifer, dois estudantes que conversam através das margens do livro. Em suma, J. J. Abrams e Doug Dorst conseguem explorar todos os aspectos de uma obra literária construindo um mistério envolvente. O trabalho de editora da Intrínseca que é maravilhoso fica escancarado nesta obra, pelo cuidado em reproduzir e traduzir dignamente cada pequena dica e detalhe que os autores imbuíram ao livro, desta forma sendo bem sucedida em trazer a experiência aos leitores brasileiros.  (Saiba mais)

CAIXA DE PÁSSAROS, Josh Mallerman, 272 páginas: Este Thriller nos introduz a um mundo sombrio que começa a desmoronar quando somente por olhar para o céu as pessoas enlouquecem e são levadas a cometerem atos absurdos. Neste mundo, o leitor acompanha Mallorie, uma jovem grávida que se agarra a uma última esperança para viver em um mundo inóspito e confinado. A narrativa remete a filmes de suspense que forçam o espectador a segurar o fôlego nos momentos mais tensos. Inclusive ontem falamos sobre este livro aqui no blog. (Saiba mais)

OBJETOS CORTANTES, Gilllian Flynn, 256 páginas: Este é o romance de estréia da autora que ganhou notoriedade com “Garota Exemplar”. Gillian nos conta a historia da repórter Camille Preaker, que após ser liberada de uma estadia em um hospital psiquiátrico é empurrada de volta a sua cidade natal para investigar o sumiço de jovens garotas. A escrita de Flynn é crua e até amarga, a forma como ela nos mostra sua personagem é de uma certa decadência, enquanto ela trabalha para um jornal de quinta. De muitas formas é um livro ideal, assim como toda a oba de Flynn para fãs do gênero policial, mas não se engane, essa autora sabe muito bem inverter expectativas e formulas. (Saiba mais)

ALERTA DE RISCO, Neil Gaiman, 304 páginas: Nesta coletânea de histórias de terror, ficção científica, conto de fadas, fábulas e poesias, Neil Gaiman deixa um aviso: eles podem explorar sua imaginação de uma forma assombrosa. (Saiba mais)

BASEADO EM FATOS REAIS, Delphine de Vigan, 256 páginas: O triunfo de Delphine neste livro é enganar o seu leitor, ela não nos expõe o que é real ou não ao longo da narrativa, assim fazendo encarar a nossa própria obsessão com histórias baseadas em fatos reais. Ela brinca com momentos, ao iniciar a sua narrativa logo após a publicação do seu último livro, e introduzindo uma misteriosa amiga escritora de nome L. A autora acompanha o leitor em um mergulho por sua própria cabeça, criando um thriller de suspense psicológico, de onde não temos certeza se é possível sair somente por fechar o livro. (Saiba mais)

LONEY, Andrew Michael Hurley, 304 páginas: Loney é uma praia árida e sombria no noroeste da Inglaterra onde nunca faz sol. Neste lugar, se desenrola a história de Smith um pastor obrigado a enfrentar seu passado sombrio e problemático, quando sua mãe o levou para este mesmo lugar há 40 anos atrás. Andrew Michael Hurley traz descrições pesadas e um ritmo lento que desenvolve a história e o suspense construindo uma atmosfera carregada.  (Saiba mais)

BEM-VINDO À VIDA REAL, Christian McKay Heidicker, 320 páginas: (Saiba mais)

TUDO O QUE NUNCA CONTEI, Celeste Ng, 304 páginas: (Saiba mais)

EU E VOCÊ NO FIM DO MUNDO, Siobhan Vivian, 368 páginas: (Saiba mais)

MATÉRIA ESCURA, Blake Crouch, 352 páginas: (Saiba mais)

QUATRO ESTAÇÕES EM ROMA, Anthony Doerr, 240 páginas: (Saiba mais)

Se você se interessou por algum livro, ficará feliz em saber que nesta semana a intrínseca está com uma promoção em parceria com a Amazon, corra conferir.

Em breve traremos mais editoras para vocês, assim como mais assuntos dentro do universo da literatura. Por isso não deixe de nos contar o que estão achando, e compartilhar o seu amor a leitura conosco.

Abraços e até mais!

COMENTÁRIOS

Não existem comentários

Os comentários estão fechados.