O projeto Musica em foco entrou a pouco tempo no Blog, e já conta com a participação de algumas bandas. Se você faz parte de uma banda, compõe, canta ou faz covers e tem interesse em participar, não perca tempo e entre com contato. Você pode descobrir mais sobre o projeto aqui.

A poucos dias eu entrevistei o vocalista da Banda Machine Girls, que revelou fatos muito interessantes e até mesmo cômicos sobre a suas jornadas, confira na integra.

A banda é do Sul – Garopaba, Santa Catarina. E se formou exatamente no dia desde 12 de setembro de 2012. E conta com Josimar (como Guitarra, vocal e compositor), Augusto (Guto) (como Baterista e backing vocal) e o Marcos (Caco)(como baixista e backing vocal também). Assim como quase toda banda eles já passaram por outras formações: _ Já passamos uns 3 guitarras, porém no baixo e batera sempre foi essa formação. – Me contou Josimar.

A banda se mantém em um estilo Rock Indie (pelo qual particularmente tenho grande admiração muito). Eu os perguntei quais são as suas maiores referencias musicais e no que eles se inspiravam.

A banda sofre influencia de todos os lados. Cada integrante tem um gosto bem diversificado, o que nos une é o rock mesmo – Disse o Vocalista – O baixista curti música clássica, sertanejo, canta num coral mas sempre amou o rock n’ roll. Conheci ele anos atrás e já tocamos juntos a bastante tempo. Eu curto muito rap, reggae, surf music, punk, folk, trap, uma mistura de tudo! O batera é super focado no Arctic monkeys e no indie rock. Mas em geral, as bandas que mais me influenciaram foram: AM, Cachorro Grande e Ultraje A Rigor.

Em vista disso tudo, quis saber como aconteceu essa união e a banda surgiu:

Eu já tava cansado de ser só guitarrista, a uns tempos que andava compondo e dai pensei:_”Porque eu não posso cantar meus sons?” Investi bastante e treinar minha concentração pra cantar e tocar ao mesmo tempo. O batera morava aqui perto, e sempre sonhou e ter uma banda – foi dois passos. Já o baixista eu já tocava com ele a muito tempo, só chamei pra um ensaio e logo estávamos todos entrosados…. Nem tanto – Disse rindo.

Você  pode encontrar videos da Banda através do youtube, lá por exemplo você encontrará clipes como “E Tudo Volta Ser O Que Era”.

E este mês a banda está com um desafio super legal de interação com os Fãs. Objetivo é gravar sons que a galera sugere a eles.

Mas afinal por que o a banda recebe esse nome?

Ahh sim. Bah, todo mundo pergunta o por que do ”Machine Girls” – Foi o primeiro e único nome que a banda teve. Eu queria um nome com ”Machine”, tipo ”Machine Head” – Conta o vocalista. Ai fui pensando, achei legal o nome Machine Girls, e o jeito que soava.

A parceria desses caras como banda também lhes rendeu muitas historias, houve momentos difíceis, mas eles não desistiram fácil.

A dificuldade nos motiva. Onde moramos é difícil arranjar show, é mais difícil ainda ser valorizado como músico. Falta grana, falta recursos, falta equipamento – Disse em meio a risos – Mas enfim, vamos driblando as dificuldades e seguindo nosso caminho. Atualmente tá 10/10 haha

Quando lhe perguntei sobre momentos engraçados, Josimar abriu um verdadeiro Baú de Histórias #LOL

Momento engraçado é o que não falta. Os vizinhos me observam gravando o vocal dos sons sozinho em meu quarto, eu to todo empolgado. Creio eu que eles ficam pensando:_Porra, aquele moleque fala sozinho o dia todo!
Durante os shows também, sempre acontece algum imprevisto. Se divertir é a base da coisa, passar alegria pro público, sentir a vibe do momento.

As vezes erramos feio e eu vejo que é uma babaquice por que eu penso: _Porra, já tocamos esse som umas cem vezes e ainda erramos – Gargalhou.

Acho que o momento mais engraçado foi no nosso primeiro show, minha guitarra estava um tom abaixo, nosso baixista sem retorno bom, e continuou tocando com o baixo na afinação normal (Ficou uma bagunça sonora).

A banda disponibiliza seus sons para quem quiser ouvir, através do soundcloud.

Geralmente toda banda tem aquela musica pela qual tem um carinho em especial, vocês também têm alguma ? Perguntei.

Tenho muito carinho pelos sons da banda. Particularmente, a gravação atual de ”Universo de alex” tá ruim, mas é meu som preferido. O que mais tocamos nos shows, eu amo aquela pegada. Esse som nasceu de um sonho que eu tive…

Pois é galera mas essa já é uma outra história… Obrigado por ter acompanhado este post, e não deixe de seguir @Themachinegirls no Twitter, e os demais membros da banda( @Josipraia@arcticguto@HighPriestCaco )os caras são super gente boa e vão gostar de falar com você. Deixe um curtir no Facebook da banda. E não deixe de curtir a nossa fanpage para se manter informado das novidades por aqui! Abraços e até mais!

COMENTÁRIOS

    Muito legal a materia… Parabéns para Banda *—* sucesso.. e parabens ao blog esta maravilhoso !!

Os comentários estão fechados.