Estamos em contagem regressiva para a estréia da nova temporada de Stranger Things, que chegará ao catálogo da Netflix nessa sexta-feira (27 de Outubro). E claro, para deixar seus fãs ainda mais enlouquecidos, está a todo momento soltando algum vídeo ou imagens intrigantes.

A partir disso conseguimos deduzir algumas coisas sobre o que vem por aí. Como já dito pelos próprios irmãos Duffer, a série esta um pouco mais sombria. Outra coisa que notamos é o amadurecimento do elenco, além da presença de novos personagens.

O fato é que faz um pouco mais de um ano que a série foi lançada na Netflix, tempo o suficiente para internet apresentar suas teorias e ficar tietando essa galera.

No entanto, mais importante do que relembrar teorias, achei legal destacar alguns pontos que movimentaram a primeira temporada, e que provavelmente receberão alguma atenção daqui para frente na série.

Então se prepare, pois aqui estão

13 coisas para não esquecer antes de assistir a nova temporada de Stranger Things.

* Contém Spoilers da temporada Anterior 😉 *

A origem de Eleven

Com o decorrer da série, por meio de inúmeros flashbacks, conseguimos descobrir mais sobre a Eleven (Millie Bobby Brown), ou no mínimo criar teorias.

Fica claro que a garota era mantida como objeto de estudo, e treinada para se tornar uma possível arma para o governo.

Vemos o Dr. Martin Brenner (Matthew Modine) evoluindo seus testes de telecinese aos poucos, hora por pedir que ela amasse uma latinha com a mente, hora que ela ataque alguém com seu poder, e até mesmo que escute e transcreva conversas de pessoas distantes.

Seu próprio nome, que na verdade é dado pela tatuagem em seu braço com o número 11, nos faz pensar que ela não foi a primeira a participar de tais experimentos, ou que é uma entre outros…

Will foi dado como morto e teve até um funeral

Mike (Finn Wolfhard) , Lucas (Caleb McLaughlin), Dustin (Gaten Matarazzo) e Eleven,  seguem um carro de polícia em direção a um lago, sabendo que a movimentação possui alguma relação com o desaparecimento de Will (Noah Schnapp). Ao chegarem até um lago, situado em baixo de uma grande pedreira, eles se deparam com a retirada do corpo do amigo.

Mike acusa Eleven de ter mentido para eles durante todo o tempo, porém a garota arranja uma forma de provar que Will continua vivo.
Tempos depois, após ele buscaram mais formas de contato com ele, recorrendo aos poderes da Eleven, ocorre o funeral de Will — apesar de grande parte do elenco ter provas de que ele não está morto.

A suposta Mãe da Eleven

Após a impactante descoberta por mérito do xerife Hopper (David Harbour), de que o corpo encontrado e mantido isolado, dito pertencente ao Will, nada mais era do que um boneco, ele acaba encontrando meios de invadir a base de pesquisas do governo instalada em Hawkins. Lá ele encontra vestígios da permanência de uma criança (Eleven) no local. E ao se aproximar do andar onde o portal entre os dois mundos encontra-se aberto, ele é capturado e levado até sua casa, onde tudo foi propositalmente armado para simular uma ressaca ou algo do tipo.

Hopper decide ir até Joyce (Winona Ryder), mãe do Will, e lhe contar tudo o que sabe, e seguindo as informações de suas pesquisas, os dois acabam indo ao encontro de Terry Ives. Uma mulher transtornada, que guarda uma história de envolvimento com Dr. Martin Brenner, como membra de um estudo chamado Mk Ultra, que utilizava LSD combinado a outros fatores, na busca de expandir limites da mente. E estava grávida de uma menina, chamada Jane, que foi dada como morta, apesar de ela acreditar que a criança tenha sido retirada dela, por possuir poderes especiais.

Jonathan e Nancy

Os dois se aproximam depois que Jonathan (Charlie Heaton) , em uma noite em procura de pistas do irmão, se depara com uma festa na casa do Steve (Joe Keery), namorado da Nancy (Natalia Dyer). Ele permanece escondido fotografando momentos da reunião, inclusive o isolamento de Bárbara (Shannon Purser) na beira da piscina, que desaparece instantes depois. — Saudades Barb.

As fotografia chegam ao conhecimento de Steve, que ao tirar “satisfação” com Jonathan, quebra sua câmera e rasga suas imagens. Porém Nancy recolhe algumas para ela.

Nancy entra em uma busca por sua melhor amiga, e ao voltar no local onde elas haviam estacionado o carro, se depara com uma criatura bizarra vagando pela floresta. Tempo depois, ao analisar uma das fotos tiradas por Jonathan, ele encontra a sombra familiar daquela criatura atrás de sua amiga.

A partir disso, e da confirmação de Jonathan a respeito de uma figura semelhante vista por sua mãe, os dois se juntam a procura da criatura.

O portal na Árvore

Em um momento, Jonatham e Nancy caminham pela floresta em busca de pistas e se deparam com um cervo ferido, do qual cogitam sacrificar para que não fique sofrendo. No entanto o animal é arrastado para longe. Seguindo os rastros, Nancy se depara com uma estranha abertura no tronco de uma árvore, ao atravessar ela encontra o “demogorgon” alimentando-se do animal, dentro do mundo invertido.

Steve vs Jonathan

A rixa entre os dois se formou a partir do acúmulo dos fatos anteriores, além de jonathan ser visto como estranho por muitos ali. Mas a situação ficou ainda mais acirrada quando Steve o viu com sua namorada em uma noite. O que gerou na pixação no letreiro do cinema, e a briga física entre os dois, que terminou com Jonathan preso.

Porém no fim da temporada, mesmo com todos os momentos de conexão entre o Jonatham e a Nancy — que nos fizeram acreditar e torcer para que eles ficassem juntos —, ela termina ao lado Steve. Mas rola uma cena bem fofa, onde ela lhe entrega como presente de natal uma câmera nova.

O Acordo de Jim Hopper

Após a confirmação de que Will está preso no mundo invertido, o xerife Hopper vai até o Laboratório Nacional de Hawkins, junto com Joyce, na tentativa de resgatar o garoto por meio do portal. Porém eles acabam sendo capturados. Hopper pede permissão para passar pelo portal junto com Joyce, ele se oferece a fazer qualquer coisa para garantir a expedição, e assim consegue o que quer.

Momentos depois, quando tudo está “resolvido”, ele é abordado por um carro. O que nos leva a pensar que ele ainda prestará contas de seu acordo.

Outras coisas para se lembrar

O professor que sabia demais: Ele não chega a ser exatamente suspeito de algo, mas foi através do professor Clarke (Randy Havens) que as crianças desenvolveram a teoria sobre a localização do Will, além da construção da piscina como simulação do tanque para a Eleven.

Mike s2 11: Em uma conversa, Mike chega a dizer para Eleven que ela poderia continuar vivendo em sua casa depois que tudo aquilo acabasse, além de beijá-la e convidá-la para o baile de inverno.

A morte de Eleven: Com o fim da primeira temporada, uma certa dúvida se instaurou: A Onze teria morrido ao confrontar o demogorgon? Bom, como já sabemos, não. Mas a dúvida sobre sua localização é algo que deve ser desvendado só com os novos episódios.

Lembrando também que ela se via como responsável por ter dado acesso para a criatura ao mundo normal. E uma das suas falas, em quem ela dizia ser o monstro, levou muitas pessoas a criarem a teoria de que o demogorgon era de fato ela em uma realidade alternativa, e o contato entre os dois teria gerado essa “fenda”.

A morte do chefão: Outro que deixou as cenas foi o próprio Dr. Martin Brenner. Em último confronto no colégio, enquanto ele e seus homens tentavam recapturar Eleven, ele acaba sendo morto em um ataque do demogorgon.

Will ainda conectado ao mundo invertido: Vemos isso no último episódio, quando em um momento o banheiro de sua casa toma a forma do mundo invertido. Além de ele tossir uma daquelas criaturas do outro lado. O trailer da segunda temporada deixa explícito que essa conexão movimentará grande parte da história.

E por último, o amor de Onze por Eggos (waffles)

E aí? acha que esqueci alguma coisa? O que você espera dessa nova temporada? Conta pra gente!

Abraços e até mais.

COMENTÁRIOS

Não existem comentários

DEIXE SEU COMENTÁRIO