É com muito orgulho que anunciamos a volta do Música em Foco aqui no Blog. Esse projeto surgiu lá em 2014, com uma ideia inicial de conhecer músicos e bandas que usam a internet para divulgação de seus trabalhos, e convida-los para uma conversa onde pudessem expressar suas inspirações, trajetórias e objetivos.

A ideia de levar isso além da matéria em texto, já circulava em nossas mentes a muito. E agora finalmente demos um passo adiante para que isso aconteça. A nova fase do Musica em Foco, inaugura também nosso canal no youtube.

Para essa nova etapa, contamos com a presença do Jean Nascimento, criador de A Quarta Montanha. Na entrevista com o Felipe Oliveira ele nos contou sobre o surgimento deste que é seu projeto pessoal, além de citar suas influencias e seu pensamento sobre o cenário Urbano.

Confira:

*Inicialmente o Vídeo teria sido postado na sexta-feira passada, mas por conta de alguns problemas com áudio ele foi retirado e repostado. Esta é a nossa primeira experiência pela plataforma de videos, por isso esperamos a compreensão de vocês*

Tivemos a honra de sermos escolhidos para ajuda-lo com o lançamento de seu novo trabalho. A música “Abriu os Braços” divulgada junto a entrevista, ficou marcada como sua segunda musica no projeto A Quarta Montanha.

E já adiantamos que amamos muito essa faixa, não só pelo ritmo mas também pela letra forte que a acompanha.

O sigle já esta disponível no Youtube e também na SoundCloud. Mas claro que deixaremos aqui para vocês conhecerem.

Ouça também “Vela”.

Nos Bastidores

Durante uma conversa que antecedeu a entrevista, Jean nos contou um pouco sobre seu olhar diante da interação das diferentes gerações com a cidade.

Ele se enxerga capaz de despertar de alguma forma o interesse das pessoas em usufruir melhor os espaços urbanos, não limitando o entretenimento apenas aos shoppings e lugares fechados. Por isso ele curte registrar locais e imagens interessantes em suas redes sociais.

Jean também levanta junto com seus amigos um grupo de ciclismo, fazendo do ato de pedalar um estilo de vida.

📷@lukasbatistel

Uma publicação compartilhada por Jean Nascimento A.k.a. Mtron (@mtrondesign) em

Como citado na entrevista, ele também gerencia um Blog e Canal chamado Jazz, onde ele compartilha suas idealizações e seu estilo de vida, vale a pena conferir: Instagram, Youtube, Blog.

A entrevista também revelou como a arte influencia suas composições, sendo que alguns de seus trabalhos artísticos dão ligações para suas letras. Alguns de seus materiais podem ser encontrados no Tumblr (MTRON), e em no instagram como @mtrondesign.

A ideia para o local de gravação partiu do próprio Jean. Queríamos um local no qual ele se senti-se confortável e habituado. Sendo assim, conseguimos uma autorização para gravar no jardim do Museu da Imagem e do Som em Campinas (MIS). A eles nossos agradecimentos. A locação nos ajudou a fazer com que a conversa fluísse mais livremente.

O museu conta com um bom acervo relacionado a evolução da mídia e comunicações no Brasil, em especial na cidade de campinas, com materiais ligados ao cinema, teatro, radio e televisão, além de bandas e orquestras que se apresentavam no passado pela região.

O museu também conta com a exibição de filmes premiados, desde grandes produções até as mais independentes. E conta também com oficinas e palestra relacionadas aos assuntos de comunicação e arte.

E apesar das condições do prédio, que acreditamos merecer uma atenção especial, a visita acaba se tornando uma boa experiência do conhecimento ao patrimônio histórico do município. Já que o museu esta instalado no Palácio dos Azulejos.

Estamos ansiosos para continuar trazendo mais conteúdos como estes pra cá.  E ir e evoluindo cada projeto aos poucos. Contamos com ajuda e opinião de vocês para a formação das próximas matérias.

E em breve divulgaremos o que será preciso para participar desta nova etapa do Musica em Foco.

Abraços da Equipe.

Por fim, a data mais romântica do ano chegou, mas para alguns esse dia pode se estender em uma enorme tortura. Ainda mais se você acaba de sair com o coração quebrado de um relacionamento, ou de uma desilusão amorosa. Não se sinta mal por estar incomodado com todas essas expressões de amor, realmente pode ser difícil ter que encarar situações que te lembrem coisas que você perdeu.

Por isso, tentei encontrar soluções para lidar com essa situação, já que estou passando por algo similar. Sei que toda a propagando do Dia dos Namorados está rolando a semanas, mas sabemos que é realmente hoje, que a coisa aperta.

Tente…

Evitar redes sociais

Ainda mais se você passou por um término ou desilusão amorosa recentemente, são campos minados.

Infelizmente não dá pra fugir tão fácil assim das propagandas e músicas que ficam em todos os lugares. Mas com toda certeza você irá se deparar com algo sobre a data na internet, desde postagens de casais até declarações prontas para serem compartilhadas. Acredite, você pode escolher não passar por isso.

Não cair na besteira de procurar algo fácil só para preencher seu vazio.

O que mais se vê em comum hoje em dia é a troca do sentimento pelo sentido, muitas pessoas buscam consolo para suas carências em pegas rápidos e descompromissados. Por mais que isso te faça bem no momento, depois você acaba se lembrando que ficou com alguém sem criar qualquer vínculo, ou até pior, se acostuma com o fato de não precisar criar vínculos só para sentir um beijo.

E se você está mal por alguma razão hoje, acredite, esse não é o caminho para você.

Reunir seus amigos

Se você sabe que não ficará bem com o clima da data, a pior coisa a se fazer é lidar com isso sozinho. Junte-se com outros amigos solteiros para passar um momento descontraído, seja criativo, façam um campeonato, uma noite de jogos ou filmes. Mas não abrace a solidão.

Se sentir completo.

Em vez de passar o dia refletindo sobre sua solidão, encontre formas de ser feliz consigo mesmo. Lembre-se de tudo que te alegra, coisas que preenchem seu tempo pessoal, suas particularidades, assista seu filme preferido,faça maratona de uma série da qual goste, pratique um hobby, cuide-se e preencha seu coração com coisas boas.

Esqueça da data — é só um dia comum.

Leve sua rotina em paz, como sempre. Busque não dar tanta importância para o que os outros estão fazendo. Isso só irá te machucar se você permitir. Seja forte.

Abraços.

Texto: Me deixa morar em você

Foto: João Silas

Alguém há muito tempo já dizia: “Lar é o lugar onde seu coração está”.

Eu diria que lar é algo maior que uma casa, ou um abrigo, é o local ao qual você pertence, é o lugar onde sua vida está, onde todos os seus traços foram depositados, a morada que em troca lhe fornece paz. Pessoas também podem ser lares, e eu me enxergo vivendo em você.

seus alicerces foram fincados na terra de um jeito tão nobre, a forma como você mantém os pés nos chão, mas se permitindo sonhar, é admirável. A segurança que recebo em baixo de seu teto é maior do que aquela que já recebi em qualquer outra habitação. Pois ele é forrado por estrelas que brilham quando as luzes se apagam, e palavras que afastam a escuridão que parece querer nos engolir.

Seu calor me aquece nos dias mais frios. É o conforto ao qual procuro no fim do dia, é onde quero estar todas as manhãs, morando em um abraço seu. Sei que te devo a minha parte, pois há dias que uma casa não se aquece sozinha, nestes momentos te oferece o meu amor abrasado, na temperatura exata para que fique bem.

Através dos teus olhos eu enxergo o mundo, sua visão é tão bela, abrilhantada e deslumbrada pelas simplicidades do mundo. Olhos que me ensinaram a ser mais humilde e valorizar tudo o que tenho ao meu redor. Por eles eu enxergo a melhor vista do alto de uma montanha, até de uma cidade abarrotada.

Quando me ofereces a mão, também me oferece as fechaduras. A certeza de que ninguém poderia te roubar de mim.

Com os seus dedos, me passeia, pelo abrigo ao qual estou disposto a lhe dar, parece caminhar como alguém que busca problemas para solucionar, para certificar-se de que está tudo bem. Nessas horas você vem me visitar.

E quando se vai, sinto-me desesperado a voltar para o lar que me destes, pedindo em seus ouvidos: Me deixa morar em você?

E.Mateus

Desde do inicio a natureza do blog foi a de não se agarrar ou se limitar a algum assunto. Mesmo tendo surgido do interesse inicial pela fotografia, com o passar dos anos conseguimos refletir de alguma forma outros traços de nossos interesses e personalidades. Logo, Faltou Foco se tornou um blog imprevisível e de mudanças constantes, vivendo o sentido literal de seu nome, e acompanhando nosso amadurecimento.

Nos últimos meses o blog focou-se em filmes e séries, abordamos assuntos relacionados a estas categorias com base naquilo que gostamos ou inspirados por nossas impressões sobre algo do momento.

Ao mesmo tempo, a ideia de abandonar outras categorias nunca esteve em nossos planos, apenas estavam distantes no momento. Porém existe sim a preocupação com quem nos acompanha, e sabemos que alguns assuntos são mais atrativos do que outros, e às vezes é justamente aquele tópico que fará com que o leitor volte.

Porém queremos fazer tudo isso com amor e vontade. Desempenhar um trabalho por obrigação não é o nosso foco. Esperamos que possam entender nosso ritmo e curtir cada post do mesmo modo que curtimos fazê-los. Mas saibam que a consideração existe.

E é justamente pela gratidão a vocês que nos acompanham que decidimos apresentar e explicar mudanças que estão por vir, e ideias que têm nos empolgado.

Novos e Velhos Projetos

Rolê Cult

Quem navegar por aqui irá notar que algum tempo atrás passamos a introduzir um pouco mais a cultura em nossos posts. Esse movimento foi trazido pelo Gustavo (Gusta) que chegou como quem não quer nada até entrar de vez para a equipe. Seu trabalho e formação – ele cursa história na USP – nos influenciou de forma positiva.

Juntos pretendemos levantar e oficializar um de seus projetos aqui no blog, o Rolê Cult.

Que não nos limitará apenas a indicar programações culturais, mas poder experimentá-las e vivenciá-las, e trazer essas experiências até vocês. Divulgando cultura, arte e história de uma maneira mais sincera, partindo dos olhos e bocas de quem realmente sentiu antes de indicar.

Em breve o próprio Gusta trará uma apresentação melhor de sua idealização, da qual todos iremos participar.

Música em Foco

Em 2014 dedicamos uma espaço para conhecer e divulgar cantores e bandas independentes ou em início de carreira, foi um momento muito especial para nós, durante as entrevistas ouvimos diferentes histórias sobre o que inspirava cada um deles, conhecemos bons talentos e pessoas muito legais dispostas a embarcar nisso conosco.

Eis que o Música em foco irá voltar. Planejamos um novo formato para o projeto, um aspecto mais dinâmico e mais próximo de cada artista. Nossa caminhada para a realização já iniciou, e em breve vocês poderão saber como participar ou indicar músicos para nós.

Uma pequena amostra tem circulado em nossas redes sociais. Caso ainda não tenha visto, confira aqui.

Postagens

Perfil Equipe do Blog

2017 tem gerado mais compromissos para nós, por consequência acabamos ficando mais ocupados, o que acarretou uma diminuição na frequência de posts. No entanto encontramos uma boa forma de lidar com isso, passando a criar mais matérias em grupo, e para dar o devido crédito a todos, temos agora o perfil de autor Equipe do Blog, que já está ativo e entrou em ação em nossa semana literária.

As postagens individuais continuaram, até porque pretendemos reforçar algumas de nossas características pessoais por aqui. Mas vocês verão posts criados em grupo com uma maior frequência, que aliás é algo que curtimos muito fazer.

Um toque pessoal

Como dito, queremos tornar esse espaço um pouco mais pessoal. Ainda não posso lhes adiantar muitas coisas sobre isso, contudo, a pedido do Felipe voltarei a atualizar a aba Textos & Crônicas. Particularmente gosto de me expressar por estes textos, não faço isso como forma de me passar por escritor ou algo assim, são apenas coisas em minha mente expressas em palavras, e reconheço que tenho um longo caminho a percorrer diante de pessoas que criam este mesmo tipo de conteúdo.

Mas até lá, será meu coração me guiando.

Vou postar alguns textos que tenho guardados, e por abordarem diferentes “assuntos” irei mesclá-los com o passar das semanas.

Esperamos que vocês gostem dessa nova fase que está por vir!
Abraços e até mais.

Ontem no domingo (4 de junho) milhões de olhos se voltaram para o show beneficente oferecido por Ariana Grande em memoria das vitimas do ataque sofrido em sua ultima apresentação em Manchester, no dia 22 de maio, o qual causou a morte de 22 duas pessoas, principalmente de crianças e adolescentes.

O show intitulado One Love Manchester, teve uma duração de aproximadamente três horas, e aconteceu no Estadio Old Traddord, reunindo 50 mil pessoas, fora as que assistiam a transmissão pelo mundo. No Brasil foi possível acompanhar através da live no youtube fornecida pelo canal da cantora, e também pelo Multishow.

O evento foi marcado pela participação das bandas Coldplay, Black Eyed Peas, Little Mix, Take That; as cantoras Miley Cyrus, Katy Perry e Imogen Heap; os cantores Niall Horan, Pharrell Williams, Liam GallagherMarcus MumfordJustin BieberMac Miller (namorado de Ariana) e obviamente a própria Anfitriã.

Durante todo o show o clima era de união e solidariedade, não só o publico mas também os cantores foram tomados pela emoção e significado do momento. O que causava períodos arrepiantes onde todos cantavam juntos como um imenso coral.

A imagem de um policial se divertindo com adultos e crianças em uma roda, que ganhou rapidamente uma grande proporção na internet, pareceu expressar bem aquilo que todos esperavam para aquele dia: Um misto de paz e segurança, renovação, para que as coisas fossem mais leves daqui para frente.

Foto: Reprodução de Rede Social, Twitter.

O repertório marcado com musicas, e muitos covers, que abraçavam o publico, transmitiam mensagens e sentimentos aflorados, como se narrassem exatamente o que era preciso dizer. Mas o show também contou com outras canções e hits dos artistas, algumas delas dedicadas aos fãs de Ariana.

Alguns Momentos Significativos

Chris Martin (Coldplay) puxou a multidão para cantar Don’t Look Back in Anger (Não olhe para trás com Rancor) da banda Oasis, musica que já havia sido entoada no memorial às vitimas dias atrás.

Miley Cyrus junto com Ariana cantaram “Don’t Dream It’s Over” ( Não sonhe que Acabou) da banda Crowded House. Está é uma musica da qual gosto muito, e que já passou por varias regravações nas vozes de diferentes artistas, tanto que não é a primeira vez que Miley e Ariana cantam ela juntas, um dueto já havia sido feito em 2015.

Em outro momento, Miley Cyrus emocionou e se emocionou cantando Inspired, uma nova musica da cantora que conta com uma letra cheia de sentimentos sinceros.

Katy Perry trouxe força e motivação ao evento contando “Roar” (Rugido).

Black Eyed Peas se reuniu depois de anos, apenas para participar deste evento. O grupo contou com a voz de Ariana para cantar “Where is the Love” (Onde está o Amor), um grande sucesso de banda, e que expressa a procura de todos por uma sociedade mais harmônica.

Outros momentos como de Ariana cantando “My Everything” junto a um coral de crianças, Coldplay que pareceu abraçar o publico com “Fix You” e o encerramento da cantora com “Somewhere over the rainbow” também merecem destaque.

E caso você queira assistir toda a transmissão completa, poderá fazer isso clicando aqui, ou assistindo o vídeo a baixo.

Quem Não Gostou

Apesar do sucesso do show beneficente que conseguiu arrecadar cerca de US$ 2,6 milhões (R$ 8,4 milhões) para apoio aos sobreviventes, muitos internautas criticaram a ação, chamando-a de auto promoção de artistas e celebração de mortes.

Em uma opinião sincera, acho que não devemos esquecer que o trabalho de um artista é justamente o de aparecer, e que para o bem e para o mal sua voz pode exercer grande influencia sob a sociedade.

Este não foi o primeiro evento beneficente da historia que visa transmitir algo e fazer arrecadações por meio do trabalho de músicos, e tão pouco será o último.

Um sorriso nem sempre expressa a felicidade, por muitas vezes ele também pode estar ligado ao alivio, ou a esperança.

Acima de tudo o show conseguiu passar a mensagem que queria de alguma forma, e reuniu milhões de pessoas que compartilhavam dos mesmos sentimentos.

Abraços, e até mais.