Quando dezembro chega, para muitos, traz consigo aquele ritmo de férias, que podem ser tanto agitadas, quanto relaxantes e preguiçosas. Uma espécie de fim de semana que se estende por um mês.

E sabe o que combina bem com um fim de semana preguiçoso? — Maratonas. Nada melhor que tirar um tempo pra relaxar da rotina e se entregar às histórias de suspense e comédia.

Já indicamos por aqui uma lista de filmes para você se inspirar em uma maratona de fim de ano. Agora iremos indicar seriados, mais longos e mais curtos, para um final de semana, ou as ferias todas.

Vamos para a maratona?

 

Um Maluco no Pedaço

A série responsável por dar um empurrão inicial na carreira de Will Smith, é perfeita para quem está em busca de nostalgia, ou até mesmo ver esse lado comediante do ator.

A série lançada em 1990, e encerrada em 1996, nos traz William um jovem com tendências a se envolver em confusões que é levado para morar com seu tio Phill e sua esposa Vivian, ao lado de seus filhos Carton, Hillary e Ashley, na esperança de se tornar um rapaz mais responsável.

Will não só passa pelo maravilhamento de morar em uma mansão, como passa a tentar fazer o máximo possivel para aproveitar essa nova vida, tudo da sua própria maneira.

 

Friends

Outra série que dispensa apresentação. Genialmente os criadores David Crane e Marta Kauffman fizeram uma das séries mais elogiadas da contemporaneidade, uma comédia empolgante que tem capacidade única de atrair o espectador e histórias e personagens dos mais cativantes. Ah, e tudo isso em dois ou três cenários durante maior parte da série.

Os seis amigos protagonistas são: Joey (Matt LeBlanc), Chandler (Matthew Perry), os irmãos Mônica e Ross Geller (respectivamente Courtney Cox e David Schiwmer), Phoebe (Lisa Kudrow) e Rachel (Jennifer Aniston). A série tem início quando Rachel foge do seu casamento e reencontra Mônica, sua velha colega de escola em um café em Nova Iorque.

Além dos vários episódios natalinos e com temática de festas, a série é ótima em todos os episódios e garantia de entretenimento em um dia de festas.

 

 Gilmore Gilrs

A série teve sua estreia originalmente em 2000, e contou com 7 temporadas, até ser selada em 2007. Porém, no ano passado (2016) a Netflix produziu uma temporada especial com 4 episódios, que retoma a vida das personagens depois de tanto tempo, e recorda momentos traços do humor e personalidade de Lorelai e Rory.

A série se concentra nas relações familiares, em especial de mãe e filha. Rory é uma garota com uma enorme aptidão para os estudos, e aspira entrar em Harvard, apesar de tímida consegue ser extrovertida e lança constantes piadas com doses de sabedoria. Fatores que a fazem brilhar diante dos olhos dos avós.

Diferente de Lorelai que literalmente foge de todas expectativas sobre ela, e se refugia em uma casa em Star Hallow, uma cidadezinha onde todos se conhecem. Lorelai vive sobre a sobra do desapontamento de seus pais, por ter engravidado aos 16 anos. Sua relação com eles, quase que inexistente, é retomada quando Rory é aceita em um colégio de elite, e um acordo de voltar a frequentar a casa deles em troca de é ajuda, é estabelecido.

É uma série fácil de ser assistida, episódio após episódio. Ela contém diversos alívios cômicos, mesmo em situações mais dramáticas, quase sempre promovidos por Lauren Graham, Scott Patterson e Melissa McCarthy.

 

Os normais

Está série disseca a vida de Rui (Luiz Fernando Guimarães) e Vani (Fernanda Torres) um casal simplesmente normal, porém normal não deve ser encarado como chato, e sim como absurdo. Apesar de já encerrada, as desventuras do casal normal, que nunca se entendia, discutia sempre e se enfiava em algumas situação absurdas, ainda continua a arrancar gargalhadas de qualquer público e é uma referencia de humor e comédia na televisão brasileira.

Maratonar os episódios e ver com lugar privilegiado os perrengues de Rui e Vani, tem a cara do fim de ano.

 

The office

Ao lado de séries como “Parks and Rec” e “Modern Family”, The office é criada em forma de pseudo-documentario, ou seja, a forma como os fatos são narrados se assemelha a gravação de um documentário que busca cobrir um cotidiano.

Em The office vemos a rotina dos funcionários do escritório da empresa de papéis Dunder Mifflin e seu chefe Michael (Steven Carrel) que as vezes se mostra entusiasta até demais do documentário, e gera algumas situações desconfortáveis. No círculo principal estão Dwight (Rainn Wilson) o puxa saco que almeja ao cargo de chefe e Jim e Pam (John Krasinski e Jenna Fisher) o casalzinho apaixonado.

A série é ideal para maratonar porque apresenta episódios ágeis, um humor direto, sendo uma série rápida e divertida pra aproveitar sem preocupação.

 

Apenas um Show

A série de desenho animado teve seu último episódio exibido em janeiro deste ano, fechando 8 temporadas. Muitos ainda se enganam achando que uma série de desenho não tem muito o que oferecer, porém Apenas um Show demonstrou o contrário.

A série destaca a amizade entre Mordecai e Rigby, amigos desde da infância que agora lidam com a vida adulta, em um momento de busca por independência e sustento. Com isso, os dois acabam sendo contratados para trabalhar em um parque, que torna-se o novo lar e local de aventuras bizarras.

A série carrega consigo muitos elementos que a fazem única. Além dos personagens — animais, seres mitológicos, monstros e objetos vivos — a trama apresenta situações pelas quais muitas pessoas já passaram ou irão passar — dúvidas após a faculdade, amores difíceis, a falta de qualificação, problemas familiares, problemas com amigos — o que faz com que se destaque.

Mas o principal fica por conta das situações e do universo mágico em torno dos personagens.

 

Simpsons

A família Simpsons dispensa apresentação. Atualmente uma das séries de maior sucesso da televisão que está ininterruptamente no ar há quase 30 anos. A família amarela é capaz de conquistar qualquer um, inclusive em decorrência da sua longuíssima história e dos diversos estilos já empregados.

Fiquem espertos, além da facilidade de montar uma maratona de natal dos Simpsons, não é incomum o canal fox (tv paga) dedicar alguns dias a maratonas da série.

 

The OA

Se você ainda não assistiu, nem leu nada sobre a série, pode ter certeza que o impacto dela sobre você será bem maior. Por isso obviamente não vamos entregar grandes detalhes, e limitar a contar somente aquilo que você deve saber para se sentir interessado.

Essa série da netflix é produto de mais uma das muitas parcerias de Zal Batmanglij Brit Marling , que inclusive atua como protagonista. A primeira temporada conta com 8 episódios de em média 1 hora de duração, mas toda a atmosfera de mistério e fantasia criados em torno dela te prendem facilmente, por isso torna-se fácil maratonar.

Nesse universo, Prairie Johnson é uma jovem cega, que é dada como desaparecida e após anos é reencontrada buscando pular de uma ponte. A notícia de sua volta ganha ainda mais impulso com a relação de que agora ela capaz de enxergar.

Prairie possui uma missão e um objetivo ocultado, mas para isso ela precisa que alguém lhe ouça, que preste atenção em tudo o que ela tem a contar, por mais surreal que possa parecer.

A série te faz criar mil teorias, e lhe surpreende quando você passa a ligar cada ponto. Em uma mistura de Sci-fi, fantasia e ficção científica, ela se baseia em elementos da vida real para criar cenários de tensão. E planta a semente da dúvida — acreditar ou não nas palavras dessa mulher?

 

Doctor Who

histórica série inglesa que já tem seu 54 anos e completa uma parte moderna é a companhia perfeita para um feriado preguiçoso na frente da tv. Ela conta a história do milenar senhor do tempo e ultimo de sua espécie que viaja em uma caixa de polícia que é maior por dentro, e que se incumbe de salvar a terra.

O doutor sempre conta com uma companhia para suas viagens, geralmente uma mulher, elas nos ajudam a entender o complexo universo cheio de monstros, vilões, mundos e até mesmos dimensões diferentes.

A novidade para esse ano é que o episódio de natal, que será exibido no Brasil e até mesmo em alguns cinemas. apresentará pela primeira vez o papel do Doutor — que histórica foi interpretado por atores — será passado para uma mulher.

 

Warehouse 13

Série já encerrada que produzida pelo canal Syfy de 2009 a 2014. Trata-se das aventuras e mais freqüentemente, desventuras de uma dupla de agentes do fbi chamados para uma missão especial, cuidar de um armazém que beira o infinito. A instalação hiper secreta foi pensada para ser um depósito para os artefatos mais perigosos da humanidade, que seriam dotados de energia o suficiente para alterarem o curso da história. Não é preciso dizer que o controle desse lugar é objeto de desejo para muitos vilões.

Apesar de já encerrada, é uma série muito gostosa de assistir pela agilidade dos episódios. fácil de encontrar por aí.

 

Eureka

Outra série já encerrada do Syfy. Nela o agente federal dos EUA tromba, sem querer com uma cidade para onde vão todos os super gênios do pais e do mundo, a cidade de Eureka foi fundada para ser a fonte de inspiração e tecnologia para a humanidade. Porém raramente as coisas ocorrem bem, e mais freqüente do que nunca, experimentos dão errado e fica por conta do xerife resolver as consequências.

A série empolga, as estruturas simples dos episódios e a forma como são construídos permite entretenimento por horas.

 

Os Defensores

A épica conclusão da saga iniciada em Demolidor junta os 4 heróis do bairro em Nova Iorque contra uma força maligna que definitivamente parece fora de seu controle. O demolidor (charlie cox), Jessica Jones (Krysten Ritter), Danny Rand, o punho de ferro ( Fin Jones) e Luke Cage (Mike Colter) definitivamente não se dão bem, e também não são os tipos ideais para trabalhar em equipe (bem longe dos Vingadores nas telonas de cinema). Porém eles são obrigados a se entender para salvar Nova Iorque de uma certa instituição (bem conhecida dos fãs da marvel) que planeja dizimar a cidade, se for preciso, para conseguir o que busca.

É talvez a série mais pesada dessa lista, densa com cenas de violência e luta porém muito bem moldada pela sua história, contém diversão de altíssimo nível assim como as séries anteriores (e solos de cada herói).

 

 3%

Em um universo distópico onde as pessoas nascem acostumadas com a miséria, uma seleção que promete levar jovens a partir de seus 18 anos para um cenário melhor, mostra-se como uma luz para muitos. Porém o processo lhes exige mais que inteligência e raciocínio, é também uma experiência de sobrevivência e sorte. Uma entrada corrompida pelos próprios interesses de um único homem, ao qual um grupo conhecido como terroristas, deseja derrubar.

3% é uma produção nacional, produzida pela Netflix. Segundo dados da própria empresa continua sendo até hoje uma das séries mais maratonadas em seu catalogo, inclusive por países estrangeiros. Sua 2ª temporada já esta confirmada para 2018. — Saiba mais aqui.

 

Stranger Things

Uma das nossas favoritas sem duvida, a qual voltamos a falar varias vezes por aqui. Recentemente lançou sua 2ª temporada, quem em um único final de semana bateu record de audiência na Netflix.

A série traz uma formula perfeita pra lhe deixar envolvido, com um grupo de amigos carismáticos, um mãe disposta a qualquer coisa pela segurança de seus filhos, um xerife que se vê em meio a uma investigação sigilosa, um laboratório que guarda segredos obscuros, uma garotinha com dons e por fim um universo com criaturas mortíferas.

O mistério e a empatia pelos personagens que cresce conforme o avançar da série, tornam os 8 episódios da primeira temporada, e os 9 episódios da segunda, facilmente emendáveis.

###

Agora que você tem a lista basta selecionar a série que mais combina com você, e  curtir esse período.

Ah, e conta pra gente se tem alguma que você gosta de assistir em sequência para que possamos conhecer também, ou o que acha das que já estão aqui.

Até mais!

 

Olá!

Assim como fizemos no ano passado aqui, a essa altura do ano já é hora de olhar pras grandes estréias do cinema durante o ano que vem.

Então no 14 dia da nossa contagem regressiva trouxemos como surpresa a lista de filmes para o ano de 2018!! A pesquisa é ampla e nos organizamos pela data de estréia, assim você sabe certinho quando o seu filme favorito irá estrear.

Eai? Prontos para encher o calendário de 2018 com filmes e idas ao cinema?

Pegue a pipoca e vamos lá!

Maze Runner: The Death Cure (Wes Ball)

Data de lançamento: 25 de janeiro de 2018

Maze Runner: A cura mortal, é o terceiro filme da trilogia, adaptada das obras de James Dashner. Neste filme esperamos ver Thomas confrontando a Cruel, organização que está disposta a lidar com consequências mortais para dar um fim vírus Fulgor. Thomas precisará lidar com a difícil escolha de se entregar ao inimigo, para evitar desastres maiores.

 

A forma da água (Guillermo Del toro)

Data de lançamento: 11 de janeiro de 2018

Elisa é uma mulher muda que trabalha numa instalação secreta do governo, durante a guerra fria. Em qualquer outra história ela passaria invisível, mas nas mãos de Del toro, ela conhece a criatura das águas que é alvo de pesquisas do governo. Elisa parece ser a única capaz de compreender a criatura e acaba por se apaixonar por ela.

 

Pantera Negra (Ryan Coogler)

Data de lançamento: 15 de fevereiro de 2018

Data de lançamento: 15 de fevereiro de 2018

O primeiro filme de super herói com protagonista e elenco negros trará o já conhecido do público Pantera Negra, o príncipe T´challa tendo de lidar com as consequências da morte de seu pai, o rei T´chaka, como foi visto em “Capitão América: Guerra Civil”. O público finalmente poderá ver a mítica cidade de Wakanda, todas suas maravilhas, riquezas e também seus podres. Esta é a história que nos levará para “Vingadores: A guerra infinita”

Caixa de pássaros (Susanne Bier)

Sem previsão de estreia

O anúncio sobre a adaptação do livro de Josh Malerman, por meio da Netflix, nos deixou bem ansiosos. Particularmente para saber como conseguirão ser fiéis ao pavor e tensão causado por inimigos que não podem ser vistos, levando pessoas a se trancarem ou andar de olhos vendados. Sandra Bullock foi escalada como a protagonista Malorie. – Você pode saber mais sobre a história lendo nossa resenha.

A maldição da casa Winchester (Michael e Peter Spierig)

Data de lançamento: 18 de fevereiro de 2018

O filme se propõe a contar a história real de Sarah Winchester, viúva e herdeira de um império das famosas armas Winchester, ela construiu, expandiu e modificou sua casa ininterruptamente durante 30 anos. A mulher passa a acreditar que essa construção labiríntica e por muitas vezes sem sentido é a única coisa que a separa dos espíritos.

Uma dobra no tempo (Ava Duvernay)

Data de lançamento: 9 de março de 2018

O longa produzido pelos estúdios Disney é uma adaptação da obra de Madeleine L’Engle, wrinkle in time, publicado originalmente em 1962. A aventura mistura elementos de fantasia com alguns de ficção científica. O filme traz um elenco forte, com a presença de Oprah Winfrey, Reese Witherspoon, Gugu Mbatha-Raw, Chris Pine e Zach Galifianakis.

 

Jogador Número 1 (Stephen Spielberg)

Data de lançamento: 29 de março de 2018

Ambientado em um futuro caótico, onde um dispositivo de realidade virtual exerce enorme influência sobre a vida das pessoas, implantado em suas rotinas, por lhes apresentar uma vida melhor, Wade Watts se vê assim como muitos em busca da herança desse software. Porém uma empresa muito mais equipada estará disposta a fazer tudo para conquistar o controle absoluto. O filme é inspirado na obra de Ernest Cline.

Um lugar silencioso (John Krasinski)

Data de lançamento: 5 de abril de 2018

Um lugar silencioso nos apresenta uma distopia onde não se é permitido barulho. Houve um ataque e o planeta caiu em completo silêncio. Qualquer barulho pode desencadear um novo ataque e a morte do infeliz que fizer o barulho. Neste contexto um casal tenta criar seus dois filhos pequenos e sobreviver neste mundo. Será que isso é possível?

Xmen: os novos mutantes (Josh Boone)

Data de lançamento: 12 de abril de 2018

O universo dos Xmen no cinema irá passar por um dos seus momentos mais interessantes, o que parece ser um filme de terror. Longe dos olhos do professor Xavier, este filme encontra um grupo de crianças mutantes presos em um hospital secreto e acompanhados por uma misteriosa doutora e mentora. Um filme envolto de sombras a serem descobertas.

Vingadores: Guerra Infinita (Anthony e Joe Russo)

Data de lançamento: 26 de abril de 2018

Finalmente os fãs da saga da Marvel, e seu Universo Cinematográfico, vão ver o desfecho de tudo. Em 2012, uma pequena cena ao final do filme indicou o grande vilão que estava por vir, agora finalmente vamos poder ver Thanos, o titã que busca conquistar o universo, em seu ataque a Terra, porém todos os heróis mais poderosos estarão no seu caminho

Solo: A Star Wars Story (Ron Howard)

Data de lançamento: maio de 2018

Ambientado no icônico universo da space ópera de George Lucas, o filme Solo nos conduzirá pela vida e jornadas do mercenário Han Solo, que será interpretado por Alden Ehrenreich, antes dos acontecimentos de Star Wars.

Madagascar 4 (Mireille Soria)

Data de lançamento: 18 de maio de 2018

Quatro animais que marcaram a infância de muita gente, acompanhados sempre de outras personagens hilárias, em uma franquia que rendeu 3 filmes e 1 série de tv, estarão de volta no ano que vem.Porém, ainda não sabemos sobre o enredo dessa nova história.

Deadpool 2 (David Leitch)

Data de lançamento: 31 de maio de 2018

O anti herói boca suja foi alçado a extremos da popularidade esse ano. Ryan Reynolds deu conta de produzir e estrelar um filme que apesar de simples em estrutura revolucionou o gênero dos super heróis ao direcioná-lo para adultos. Será possível que o bom trabalho se mantenha na sequência? Agora veremos pela primeira vez na tela alguns nomes conhecidos como do X-men Cable (Josh Brolin), mas quanto a história, ela está mantida sob segredo de estúdio.

 

Os incríveis II (Brad Bird)

Data de lançamento: 14 de junho de 2018

A história de uma das sequências de animações mais aguardadas ainda é um completo mistério. Só o que sabemos é que veremos a volta da família superpoderosa Pêra, agora com o pequeno Zezé tendo descoberto seus poderes. E para os fãs fica a questão, o que esperar de ‘Os Incríveis” após mais de 10 anos de espera?

A turma da Mônica: Laços (Daniel Rezende)

Data de lançamento: 28 de junho de 2018

Em setembro, foi anunciado que pela primeira vez seria realizado um filme da Turma da Mônica com atores reais (o chamado live action). A história escolhida é Laços dos irmãos Caffagi, que retrata a turma buscando pelo cachorro Floquinho, e envoltos em um plano infalível. Resta conferir o resultado nos cinemas no ano que vem.

Homem-Formiga e a Vespa (Peyton Reed)

Data de lançamento: 5 de Julho de 2018

Outra das muitas sequências aguardadas para esse ano e que prometem mudar destinos de muitos super heróis . A volta do Homem Formiga, que foi uma das apostas da Marvel para 2015, acontece justamente após a grande batalha prometida em “Guerra Infinita”.

Jurassic World: Reino Ameaçado (J. A. Bayona)

Data de lançamento: 21 de Junho de 2018

Jurassic World viu a abertura do antigo e utópico sonho de um parque de dinossauros, para que humanos e as criaturas pré-históricas vivessem em harmonia. Isso não durou muito, um dos dinossauros se rebelou e o parque se tornou um caos. Em 2018, é hora de descobrir o que vem depois do caos. Recentemente, o trailer lançado nos mostrou a volta da dupla de protagonistas e sua invariável retorno a ilha dos dinossauros.

The Book of Jungle: Origens (Andy Serkis)

Data de lançamento: 19 de outubro de 2018 (EUA)

Mais um capítulo para jornada de Mogli ao lado de sua família e tutores animais. Desta vez, como o título sugere, iremos possivelmente saber mais sobre como o garoto viveu seus primeiros dias na selva. Ideia vislumbrada no primeiro filme.

Animais Fantásticos e Onde Habitam: Os crimes de Grindewald (David Yates)

Data de lançamento: 16 de novembro de 2018

Provando que o universo de Harry Potter ainda tem muito a ser explorado, de novo a autora J. K. Rowling leva os fãs de volta no tempo, para continuar a acompanhar a jornada de Newt Scamander, o famoso magizoologista. Dessa vez as apostas parecem maiores, já que alguns grandes conflitos serão abordados e um personagem icônico da saga de Harry Potter irá aparecer em sua juventude, Albus Dumbledore (Jude Law). – Nós já falamos da primeira parte dessa história aqui.

Wreck-It Ralph 2 (Rich Moore; Phil Johnston)

Data de lançamento: 27 de dezembro de 2018

O velho fliperama parece ter se tornado pequeno para Ralph, Felix e Vanellope. Suas aventuras desta vez ocorrerão na internet. No primeiro filme várias referências a games e personagens famosos da cultura geek foram representados, por isso já temos uma certa ideia do que virá dessa vez.

###

Esses são os filmes que queremos ver o quanto antes. Gostaram da nossa seleção? Faltou algum filme? Conta pra gente!!!

Amanhã a gente volta com mais da nossa contagem regressiva 😉

 

OI Internet 🙂

Acho que vocês sabem que há um tempo eu ando tentando trazer a proposta do Rolê Cult pro blog. A minha idéia é simples: Visitar um lugar diferente, um lugar cultural, fazer uma nova atividade, qualquer coisa e depois vir aqui contar minha experiência e compartilhar com quem quiser. O meu desejo seria que isso animasse vocês a também experimentarem novas coisas, lugares, idéias, etc.. e espero que isso tenha acontecido ao longo desse último ano.

MAS, no ano de 2018 eu vou mudar as regras!!

Eu quero manter a proposta de sempre. Ainda vou continuar buscando contar tudo sobre cultura para vocês mas agora vou me desafiar e quem sabe vocês também não façam o mesmo!

Meio inspirado pelo #desafiocinematográfico, serão 18 roles ao longo do ano de 2018 e cada um com uma proposta diferente, mas eu prometo sempre mostrar tudo que for possível aqui com exclusividade.

Eai? Vocês encaram o desafio?  Quem sabe a gente não se vê por aí em um role cult 😉

Segue abaixo os itens pra vocês imprimirem, compartilharem e também desafiar os amigos. Por fim estou colocando a tag #rolecult assim temos um lugar para conversar.

Sem mais delongas eu apresento… RUFEM OS TAMBORES…..

Assim como fizemos para o desafio de 52 filmes, criamos um planner, onde você irá poder fazer se organizar, e terá um espaço dedicado para anotar suas experiências mais marcantes.

Download disponível por aqui.

Eai? Gostaram do dia 13 ser um desafio? Que tal levar um pouquinho de cultura e diversidade ao longo do ano? Topa? Ficou alguma sugestão para o rolê cult que você gostaria de ver aqui? Não perde tempo e conta pra gente!!

Compartilhe o desafio! Corra atrás de novas experiências!

Que tal tentarmos uma coisa nova?

De uns tempos pra cá receitas de microondas, feitas na caneca, tem se tornado muito famosas pela sua praticidade, pela rapidez e por fornecer uma pequena guloseima para escapar de qualquer dieta. Além de tudo os lanchinhos de microondas são ótimos para qualquer maratona de filmes como a que postamos aqui e que tem a ver com o fim de ano!!

Enquanto fazíamos pesquisa para esse post uma das coisas mais legais que descobri é como praticamente todo mundo tem suas próprias versões para as receitas de caneca, essa versatilidade de agradar todo mundo serve bem como um ótimo e delicado presente.

Basta você juntar as versões para imprimir das receitas que nós vamos postar aqui embaixo e juntá-las com uma caneca bem bonita do gosto do presenteado(a).

Nós escolhemos cada uma dessas receitas porque já fizemos elas e foram muito boas 🙂 e cada uma também guarda um significado especial.

Então vamos lá!

Bolo de Chocolate de Caneca

De longe a minha receita favorita, eu já devo ter feito um monte de versões de bolo de chocolate de caneca. Sempre fica ótimo com um filme, assim esse bolo sempre me acompanha nos dias preguiçosos e eu tenho nele uma carta na manga.

Enquanto vagueava pela internet eu encontrei esse que é chamado de o mais molhadinho bolo de chocolate de caneca, e logo ele se tornou o meu favorito, por isso estou recomendando ele aqui.
AH! E sim, se você sentir falta do ovo, ele não ta incluso nessa receita aqui não tá

INGREDIENTES

  • 1/4 xícara de farinha de trigo
  • 2 colher de sopa chocolate em pó (pode ser achocolatado mas fica aqui entre nós)
  • 1/4 colher de chá fermento
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 1/8 colher de chá de sal (a famosa pitada)
  • 1/4 xícara + 1 colher de sopa de leite
  • 2 colheres de sopa de óleo
  • 1 colher de sopa de creme de avelã (é nutella gente, mas serve qualquer chocolate pra deixar mais cremosão)

INSTRUÇÕES

Em uma vasilha média separada, misture todos os secos (farinha, chocolate, fermento e açúcar).
Bata junto o leite e o óleo até todos os ingredientes se combinarem em uma massa lisa e sem pelotinhos.

Coloque a massa em uma caneca bonita (e que possa ir ao microondas). Deixe bastante espaço para que o bolo cresça sem derramar
Adicione o creme de avelã, ou o que você escolheu para deixar o bolo mais cremoso, bem no meio da massa.

Por segurança, eu coloco sempre um papel toalha embaixo da caneca, caso o bolo transborde
Coloque o bolo no microondas e programe 70 segundos (mas muita atenção, esse valor pode variar em relação a potência do microondas).

Depois disso só aproveitar (com cuidado para não queimar a boca 😉 tá essa foi muito de mãe)

Fonte: Table for Two Blog
(A tradução e os comentários engraçadinhos ficaram por conta do Gustavo)

Cookies de Caneca

SIIM! Você não leu errado!! Cookies de caneca existem, são incríveis e todo mundo deveria saber da existência deles. É uma espécie de mágica que de certo fazer só um pouquinho desses biscoitinhos mágicos pra quando precisamos só matar a vontade e nada mais! E a melhor parte dessa receita são as quantidades extremamente fáceis de memorizar e os passos que são basicamente misturar tudo muito bem!

INGREDIENTES

  • 1 colher de sopa de manteiga (de preferência, sem sal)
  • 1 colher de sopa de açúcar refinado
  • 1 colher de sopa de açúcar mascavo (bem apertado)
  • 1/2 colher de chá de extrato de baunilha
  • 1/8 colher de chá de sal (a famosa pitada)
  • 1 gema de ovo
  • 3 colheres de sopa de farinha de trigo
  • 1 ou 2 colheres de sopa de chocolate picado bem pequeno (ou mesmo das clássicas gotas de chocolate

INSTRUÇÕES

Em uma vasilha coloque a manteiga e derreta-a no microondas durante um minuto a 30 segundos.
Junte a manteiga, os dois açúcares, a baunilha e o sal até ficarem bem misturados e bata bem
Adicione a gema de ovo e bata bem até que não fique nenhum um traço dela. Formando uma massa homogênea.

Junte a essa massa a farinha e mexa até incorporar.

Coloque os pedacinhos de chocolate e misture os na massa.

Coloque a massa em uma caneca bonita (e que possa ir ao microondas).

Coloque no microondas e programe por volta de 40-50 segundos. E depois aproveite

Fonte: The comfort of cooking

(A tradução e os comentários engraçadinhos ficaram por conta do Gustavo)

Pizza de Caneca

Eu consigo te ouvir dizendo que isso não vai funcionar nunca, e que vai ficar estranho e tudo mais. Eu também era cético,mas acredite fica muito boa. Claro, não fica tão boa quanto aquela pizza feita no forno com massa douradinha e tudo mais, mas essa é o lanchinho perfeito, sempre que vou me jogar no sofá com um filme de terror na tv, é minha receita de microondas preferida.

INGREDIENTES

  • 4 colheres de sopa de farinha de trigo
  • 1/2 colher de chá de fermento em pó
  • Pitada de bicarbonato de sódio
  • Pitada de sal
  • 3 colheres de sopa de leite
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 1 colher de sobremesa de molho de tomate
  • Um pouco de mussarela
  • Um pouco de presunto
  • Algumas azeitonas
  • Pitada de orégano (toque final que faz toda diferença)

INSTRUÇÕES

Em uma vasilha coloque os ingredientes secos (farinha, fermento, bicarbonato de sódio e sal). Misturar bem.

Misture aos secos o leite e o azeite e mexa até formar uma massa homogênea (vai ficar um pouco grudenta, mas ta certo).

(Agora vem a parte legal) A cobertura coloque sobre a massa o molho de tomate.

Depois a mussarela e o presunto. Assim montando a pizza.

Em realidade, você pode escolher quais coberturas quiser, de acordo com a sua geladeira ou sua vontade.

Após 1 minuto no microondas a sua pizza estará pronta!

Fonte: Vix.com/cozinha
(A tradução e os comentários engraçadinhos ficaram por conta do Gustavo)

Voilà. Agora você tem três receitas quentinhas para aquecer o paladar de alguém neste fim de ano. Sugerimos que escolha uma caneca bem estilosa, e que tenha a ver com a pessoa que será presenteada, e claro, que possa ser usada no microondas. Você também pode lhe entregar as receitas impressas ( está em formato de folha B5 17,6cm x 25cm, mas pode ser ajustado), para que sejam refeitas outras vezes 😉.

Até a próxima.

Após falar sobre as musicas que mais ouvimos esse ano, que tal relembrar de alguns álbuns que foram lançados em 2017? Alguns trouxeram muita repercussão, outros nem tanto, alguns artistas sendo revelados, outros voltando para os palcos depois de um bom tempo.

Infelizemente não teríamos como fazer um grande apanhado de tudo o que foi lançado esse ano em um único post, por isso pegamos aqueles que acreditamos terem sido marcantes, tanto o que ouvimos como aqueles bem falados por aí.

Reputation – Taylor Swift

A lapide da reputação de Taylor Swift no clipe “Look what you made me do” nos relembrava o quanto as coisas estavam feias para imagem da cantora. Em seu novo álbum ela se apropria de todas essas situações, e caminha para estilo diferente do pop — no qual ela já estava faz um tempo — em meio a respostas e declarações de amor. Seria essa a nova Taylor?

Rainbow – Kesha

O ultimo trabalho da cantora  Kesha descansava em 2012, e de lá até aqui, ela se viu envolvida em uma disputa judicial sobre sua própria liberdade como artista. Seu novo álbum trouxe um ritmo um pouco diferente do qual associavam com a cantora, mesmo assim a essência e a presença de Kesha estão marcadas nas 14 faixas do disco.

÷ Divide – Ed Sheeran

Você provavelmente se pegou ouvindo ou cantando alguma musica desse álbum neste ano, em especial “Shape of You” — que ao lado de Despacito de Luis Fonsi dominou 2017.

Em Divide, ou simplesmente “÷” o cantor Ed Sheeran nos apresenta sua versatilidade musical nas 16 faixas que compõem o disco. Antes deste, seu ultimo álbum havia sido “X” de 2014, que ainda tem muitas das suas musicas reproduzidas até hoje.

Kaleidoscope – Coldplay

Kaleidoscope ficou marcado como EP de continuidade para “A Head Full of Dreams“,  disco lançado em 2015. O lançamento mundial ocorreu no dia 14 de julho de 2017. Já faz um tempo que a banda tem apresentado traços lúdicos e fantásticos em suas apresentações e tunês. Kaleidoscope reforça esse estilo que a banda vem criando para si.

Damn.  – Kendrick Lamar

Após carregar vários Grammys para casa em 2016 — como “Melhor Álbum de Rap”, “Melhor Canção de Rap”, “Melhor Clipe” e “Melhor colaboração de Rap” — as expectativas sobre kendrick lamar estavam bem altas.

Seu  álbum desse ano, intitulado “Damn.” conta com 14 faixas, e já conquistou alguns prêmios ao longo do ano, além do grande numero de acessos em seu vídeo clipe “Humble.” .

I See You – The XX

The XX conquistou o coração de muitos em 2009 com o disco “XX“. De lá para cá, lançaram mais dois álbuns, e algumas musicas avulsas. Este ano I See You apareceu para quebrar o intervalo de mais ou menos um ano entre o ultimo trabalho da banda.

O ritmo do álbum passeia pelo Eletrônico e Indie, com influencia do New Wave e o pop rock.

Vai passar mal – Pablo Vittar

Pablo Vittar saiu de suas apresentações isoladas em shows e baladas por São Paulo, e conquisto pessoas de diferentes partes do mundo. Sua presença passou a ser mais frequente em programas de Tvs  incluindo em horário nobre, posição até então pouco explorada por Drags no Brasil.

Além de seu album que conta com diferentes artistas que caminham por essa mesma trilha de reconhecimento, Pablo Vittar fechou o ano com parceria internacional ao lado de Anitta e Major Lazer. E teve seu single K.O cantado por muitos, sem distinção.

Vem – Mallu Magalhães

Não víamos nenhum trabalho solo da doce Mallu Magalhães desde 2011, quando lançou Pitanga. Porém a saudade só não foi maior por conta da sua união com a Banda do Mar, que ocorreu em 2014 ao lado de seu parceiro Marcelo Camelo e o portugês Fred Ferreira, conquistou o coração de muitos com as canções “Mais ninguém“, “Dia Clarear” e “Pode Ser“.

Neste ano Mallu reapareceu com o albúm  Vem, disponibilizando 12 faixas de uma voz que começou a cantar ainda muito cedo, e tem amadurecido dentro de seu próprio estilo para interpretar poesias.

Espiral de Ilusão – Criolo

Espiral de Ilusão talvez tenha surpreendido muitos dos que acompanham a trajetória do compositor e Rapper Criolo, que desta vez leva sua voz por melodias de samba, com leves influencias de bossa nova. Uma apresentação de sua versatilidade e sensibilidade, já demonstradas até mesmo em rimas mais densas.

O disco Espiral de Ilusão conta com pouco mais de 30 min, e possuí 10 musicas.

Humanz – Gorillaz

É um pouco difícil já não ter sequer ouvido falar de Gorillaz. A Banda que surgiu no final dos anos 90, com membros criados graficamente, teve seus momentos de auges,marcados por musicas como “Clint Eastwood” e “Feel Good Inc.“, em um estilo de rock alternativo e hip hop, chamado por alguns de Trip Rock, característico da banda.

Antes de Humanz, os últimos trabalhos entre 2010 e 2011. Agora, seu ultimo trabalho mostra a evolução e influencias coletadas ao longo dos anos. Com 26 faixas, sendo 18 delas em parcerias com diferentes artistas, os Gorillaz apresentam-se em batidas mais modernas.

Concrete and Gold – Foo Fighters

A banda de Rock não lançava nada desde 2014, por conta disso já era gerada uma expectativa nos fãs. A primeira faixa T-shirt mescla ritmos e nos dão uma ideia do que vem a seguir, as faixas passam por transições que conversam uma com as outras. O álbum apresenta melodias e letras suaves que contrastam com momentos mais ácidos.

Hopeless Fountain Kingdom – Halsey

O mais recente álbum de Halsey  traz 16 faixas, apresentados inicialmente como pertencentes a um mesmo universo, que seriam conduzidos por vídeo-clipes em forma de continuações, algo que a cantora já havia apresentado em algumas musicas do disco “Badlands“.

Em um seguimento de pop alternativo, Hopeless Fountain Kingdom conta com a participação de Lauren Jauregui (Fifth Harmony), Quavo e Cashmere Cat.

Sacred Hearts Club – Foster the People

A saída de Jacob Fink, por conta de seu casamento, surpreendeu a todos os fãs – inclusive a gente – que passaram a se questionar sobre como as coisas funcionariam com Mark Pontius e Mark foster. Foi então que a banda voltou esse ano trazendo dois novos membros para equipe — Isom Innis e Sean Cimino — e um estilo um pouco mais distante do Indie Rock com o qual trabalhavam.

O novo projeto foi apresentado primeiramente com 3 novas musica, lançadas simultaneamente, e em seguida ocorreu a liberação do álbum completo com 12 musicas. Uma surpresa muito boa.

Lust For life – Lana Del Rey

Lana voltou com tudo em 2017. Lust for Life foi um dos grandes destaques do ano por saber se renovar livremente dos trabalhos anteriores da cantora. Ela parece, com hits como ” Love” e “Lust for Life“, querer embalar os sonhos românticos de uma juventude.

O álbum tem melodias contagiantes e gostosas de ouvir que se desenrolam facilmente de uma para outra. Ainda conta com grande diversidade de convidados, passando do rapper The Weekend à Sean Ono Lennon, filho de Yoko Ono e John Lennon.

After Laughter – Paramore

Uma das bandas mais queridas de Rock Alternativo, mas que não lançava nada desde 2013, reapareceu esse ano com o álbum After Laughter. Muitos especulavam sobre um possível fim da banda, e uma carreira solo para vocalista Hayley Williams, no entanto Paramore voltou emplacando “Hard Times” como primeiro single do novo álbum, e matando a saudade de muitos.

 

⭐TOP 5 FAVORITOS⭐

5. Witness – Katy Perry

É inegável que esse é o trabalho mais ousado da carreira de Katy Perry. A cantora, no inicio deste ano, começou a promover e consequentemente lançou um projeto antigo e mais pessoal que ela vinha trabalhando há alguns anos. Witness vem na linha de um pop mais consciente, o que foi anunciado logo pelo primeiro single “Chained to the Rythm” uma declarada crítica à distração e alienação na sociedade norte americana.

Em geral, essa linha perpassa todo o álbum trazendo algumas canções mais voltadas ao empoderamento feminino, além de letras que remetem situações pessoais vividas pela cantora. Desta forma Katy Perry entrega um trabalho consistente, consciente, mas ainda com o carisma e descontração — marcas fortes em sua carreira.

4. Younger Now – Miley Cyrus

Se você é jovem ainda, amanhã velho será. A menos que o coração sustente a juventude que nunca morrerá.” lógico que sabemos que esse verso não pertence a nenhuma musica da Miley Cyrus, mas poderia facilmente resumir o clima do álbum Younger Now.

Miley ainda é uma cantora muito nova, mas que possui uma grande carga de conhecimento e influencia musical, um pouco da herança de sua família. Neste álbum encontramos uma mulher que parou para se reencontrar consigo mesma, e por em uma balança tudo que arriscou perder ou deixar para traz. Seus traços mais ousados não foram apagados, mas ela caminha de volta, inspirada pelas casualidades de sua própria vida.

3. Harry Styles – Harry Styles

Harry tornou-se esse ano uma das vozes jovens mais fortes na musica. Sua estréia em carreira solo, com um disco levando seu próprio nome, nos apresentou quem é realmente Harry Styles e do que sua voz é capaz.

Harry caminha distante dos ritmos característicos de sua boyband, e parece montar um altar em homenagem a suas principais influencias. Com musicas para embalar e causar saudade, outras feitas para serem cantadas em alto e bom som, o pop-indie-rock-alternativo de Harry Styles promete muito para os próximos anos.

2. Dua Lipa – Dua Lipa

Para muitos, Dua Lipa foi uma das maiores revelações deste ano. Muitos a conheceram por meio de Blow your Mind, Be the One ou então New Rules, seus hits de maior sucesso. Porém seu primeiro álbum, que leva também seu nome, nos mostra que ela esta longe de ser uma artista de um único sucesso.

O disco reúne na verdade musicas que a cantora já havia lançado anteriormente, de maneira um pouco mais independente, e canções que até então eram inéditas. Trata-se de um álbum que mescla faixas mais ritmadas e dançantes, com outras mais lentas e românticas.

1. Melodrama – Lorde

Aos 20 anos a cantora Lorde compôs seu segundo álbum: “Melodrama”. Este é o retrato pulsante de uma juventude vivida a mil por hora, corações são partidos, novos amores são feitos, lembranças nostálgicas são embaladas por um som neon, relacionamentos perigosos são vividos o mais intensamente possível.

Em resumo, Lorde compôs um retrato honesto do que é viver e ser jovem no século XXI, não a toa o album coleciona menções como o melhor do ano por diversas revistas especializadas em música e cultura pop.

Ufa. Enfim essa foi nossa coletânea de lançamentos de 2017, mas sabemos que muita coisa ainda ficou de fora. Por isso queremos saber de vocês: o que curtiram ouvir, e o ficou marcado para vocês esse ano? Conta pra gente!

Abraços e até mais.