Hey!

Você provavelmente já se deparou com um vídeo vertical, ainda mais se você usa aplicativos de stories. A imagem capturada toma a forma da posição na qual o celular está sendo segurado. O curioso é que não muitos anos atrás, esse formato de vídeo o não era se quer existente — me senti velho falando isso —, um vídeo em posição retrato era um vídeo perdido, ou então você precisaria fazer algumas edições para poder usa-lo.

O fato é que esse modo de captação de imagem tem se tornado cada vez mais popular entre os internautas, o que também gera um certa divisão de gostos.

Mas existe uma verdade por trás disso — teoria da conspiração —, algumas coisas tornam-se muito mais impactantes quando vistas fora do formato convencional, como esses três clipes dos quais falarei agora.

Assista em um celular ou tablet.

Foster the People – Sit Next to Me

Entre os três, este é meu favorito sem dúvida. Não só por gostar muito do trabalho da Foster the People, mas primeiro por terem ousado em lançar esse formato como vídeo oficial para a musica Sit next to me, e também pela estética de feed do instagram que deixa a experiência ainda melhor quando visto pelo celular.

 

Selena Gomez & Marshmello – Wolves

A parceria entra Selena Gomez e o DJ Marshmello também não fica muito atrás. O destaque aqui está na simulação de uma chamada de vídeo via smartphone. Por isso o clipe não contém cortes, e a cantora passa grande parte do tempo com o celular em mãos dançando pela casa.

 

Camila Cabello ft. Young Thug – Havana

Eu só sei que o celular da Camila Cabello deve ser muito bom para conseguir essas imagens. A cantora que entrou a pouco tempo em carreira solo, criou mais uma versão audiovisual para sua musica Havana. O clipe assemelha-se aos stories, e é composto por vários trechos em diferentes situações em uma estação de metro e pela cidade.

 

E você? Curte essa forma de apresentação? Tem mais algum clipe para me indicar? Então deixa aqui nos comentários 😀

Abraços, e até mais.

COMENTÁRIOS

Não existem comentários

DEIXE SEU COMENTÁRIO